28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Xiii - 15/03/2024, 09:33 - Da Redação- Atualizado em 15/03/2024, 11:48

Equipe de Bolsonaro vê bicho com depoimento de ex-comandante; veja

Depoimento detalhou reuniões em que teria sido apresentada a minuta golpista

Jair Bolsonaro e o general Freire Gomes
Jair Bolsonaro e o general Freire Gomes |  Foto: Isac Nóbrega/PR

O depoimento do ex-comandante Freire Gomes gera preocupação entre a cúpula de Jair Bolsonaro (PL). Dentre todos os relatos, este é considerado o mais danoso para o entorno do ex-presidente. O depoimento detalhou o envolvimento do general em reuniões com Bolsonaro e o ex-ministro da Defesa Paulo Sérgio Nogueira. As informações são do blog de Bela Megale, do O Globo.

Aliados de Bolsonaro consideram, inclusive, este relato sendo tão grave quanto a delação do ex-ajudante de ordens do ex-presidente, o tenente-coronel Mauro Cid. Há um trecho em que Freire Gomes confirma que o próprio Bolsonaro apresentou a minuta golpista e a discutiu em reuniões.

Para conselheiros jurídicos de Jair Bolsonaro, justificar essas reuniões será difícil, visto que será necessário encontrar uma explicação que seja convincente de que os encontros não tinham caráter golpista. A linha de defesa é ressaltar que o ex-presidente não assinou documentos, mas a Polícia Federal (PF) e o Supremo Tribunal Federal (STF) avaliam que atentar contra o estado democrático configura crime.

O general Freire Gomes ainda informou que, na segunda reunião com Bolsonaro e os comandantes das Forças Armadas, o então presidente apresentou uma versão do documento com a "Decretação do Estado de Defesa" e a criação da "Comissão de Regularidade Eleitoral", na intenção de “apurar a conformidade e legalidade do processo eleitoral”.

exclamção leia também