31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Eleições 2024

Eleições 2024 - 26/03/2024, 19:55 - Da Redação

MP recomenda que Prefs de Itapetinga não distribua grana ou bens

Decisão deve valer durante todo o ano de 2024

Recomendeção saiu nesta segunda (25)
Recomendeção saiu nesta segunda (25) |  Foto: Divulgação/Prefeitura de Itapetinga

O Ministério Público estadual, por meio da promotora de Justiça Solange Anatólio do Espírito Santo, recomendou ao prefs de Itapetinga, Rodrigo Hagge (MDB), ao vice-prefeito e aos secretários municipais que não distribuam e nem permitam o gesto, a quem quer que seja, de bens, valores ou benefícios durante todo o ano de 2024. A recomendação, expedida em caráter preventivo nesta segunda-feira (25), contempla doação de gêneros alimentícios, materiais de construção, passagens rodoviárias, quitação de contas de fornecimento de água ou energia elétrica, doação ou concessão de direito de uso de imóveis para instalação de empresas e isenção total ou parcial de tributos.

A recomendação excetua os casos de calamidade, emergência e continuidade de programa social.

A promotora eleitoral de Itapetinga recomendou que, nos casos de calamidade e emergência, sejam fixados critérios como a quantidade de pessoas a serem beneficiadas e renda familiar. Quanto aos programas sociais, foi recomendado que se observe se eles já estão em execução orçamentária desde 2023, integrando a Lei Orçamentária Anual de 2022, “não permitindo alterações e incrementos substanciais que possam ser entendidos como um novo programa social ou como incremento eleitoreiro”.

Ainda foi recomendado que o Município suspenda o repasse de recursos materiais, financeiros ou humanos a entidades mantidas ou nominalmente vinculadas a candidatos, ou pré-candidatos, que executem programas de distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios. O MP orientou também que os gestores não permitam o uso dos programas sociais mantidos pela 'Prefs' para a promoção de candidatos, partidos e coligações e que orientem os servidores públicos incumbidos da sua execução quanto à vedação de qualquer propaganda ou enaltecimento de candidato, pré-candidato ou partido.

exclamção leia também