29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Falou o que pensa - 04/08/2023, 10:31 - Da Redação

“Descriminalizar drogas por decisão do STF é equívoco", diz Pacheco

Fala do parlamentar ocorre na mesma data em que o STF retomou o julgamento sobre o tema

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco
Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco |  Foto: Arquivo/Agência Senado

Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Senado, avaliou como um “equívoco grave” a possível descriminalização do porte de drogas para consumo pessoal por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

A fala do parlamentar ocorre na mesma data em que o STF retomou o julgamento sobre o tema, com voto favorável do ministro Alexandre de Moraes.

Para Pacheco, cabe ao Congresso Nacional discutir e legislar sobre o tema. “Se pretender legalizar ou descriminalizar, que é uma tese que pode ser sustentada por aqueles que defendem que a questão é mais de saúde pública do que uma questão judicial ou penal, o foro de definição dessa realidade é o Congresso Nacional brasileiro”, disse.

O senador ressaltou que tem “imenso respeito” aos ministros do STF, mas que o julgamento do tema é um “equívoco grave”. O senador também criticou a análise sobre o piso salarial da enfermagem pela Suprema Corte.

“Diversas vezes o Supremo Tribunal Federal cumpriu o seu dever de cumprimento e de guardião da Constituição Federal, mas não posso deixar de apontar aquilo que reputo um equívoco grave, uma invasão da competência do Poder Legislativo, que se dá na discussão do piso nacional da enfermagem e na questão da descriminalização do porte para uso de drogas”, afirmou.

Julgamento no STF

O Supremo retomou, nessa quarta, a análise da possível descriminalização do porte de drogas para consumo pessoal. O julgamento começou com a leitura do voto-vista do ministro Alexandre de Moraes.

O magistrado defendeu a diferenciação de usuário e traficante, com critérios objetivos. Pela tese proposta pelo ministro, deve ser considerado usuário quem estiver portando entre 25 e 60 gramas de maconha ou seis plantas fêmeas.

por taboolaLinks promovidosVocê pode gostar

exclamção leia também