30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Sério isso? - 24/03/2024, 17:57 - Da Redação

Caso Marielle: PF fala em miliciano infiltrado no Psol

Revelação rolou neste domingo (24), após prisão de trio

Três supostos mandantes foram presos neste domingo (24)
Três supostos mandantes foram presos neste domingo (24) |  Foto: Guilherme Cunha/Alerj

A Polícia Federal aponta que o miliciano Laerte Silva de Dilma, elo entre os irmãos Chiquinho Brazão e Domingos Brazão, teria se infiltrado e se filiado ao Psol 20 dias depois do primeiro turno da eleição de 2016, quando Marielle Franco foi eleita vereadora do Rio de Janeiro. Os dois foram presos neste domingo (24) como supostos mandantes da morte de Marielle.

Leia mais

PF coloca supostos mandantes do ‘caso Marielle’ para dentro das grades

Segundo informações do jornal O Globo, Laerte se filiou ao partido para ficar por dentro de tudo que rolava na atuação da vereadora morta em 2018. A delação de Ronnie Lessa, preso como autor da execução da parlamentar, firmada em acordo com a PF e a Procuradoria-Geral da República, confirma que a primeira reunião para acertar o 'passe' de Marielle rolou em setembro de 2017.

Ainda de acordo com a publicação, Marielle passou a ser encarada com um obstáculo para os interesses dos irmãos Brazão, com informações obtidas com a 'mão amiga' do infiltrado Laerte.

exclamção leia também