25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Na cara dura - 04/04/2023, 07:37 - Anderson Orrico - Atualizado em 04/04/2023, 08:42

Bolsonaro ficou com 94 presentes recebidos durante seu governo

Na lista constam espingarda, canetas e pedras preciosas

Ex-presida armava pra ficar com presentes
Ex-presida armava pra ficar com presentes |  Foto: Marcos Corrêa/PR

Engana-se quem pensa que o ex-presida Jair Bolsonaro se apropriou somente dos kits de joias vindas da Arábia Saudita e que entrou no Brasil de forma ilegal. Outros 94 presentes recebidos ao longo do mandato também foi para o acervo pessoal dele.

Segundo o GLOBO, quando Bolsonaro queria ficar com alguma peça, a ordem era que a equipe não catalogasse, assim teria apenas um registro genérico. Na lista do que ficou com o ex-mandatário estão canetas de luxo, pedras raras, um assento massageador e até uma espingarda semi-automática.

O inventário, que tem mais de 9 mil presentes entregues a Bolsonaro, consta a relação dos itens que, por ordem do então presidente, não passaram pelo procedimento padrão de análise. Desse modo, ao registrar o recebimento dos mimos, os funcionários do Palácio do Planalto anotavam apenas que "não foi possível detalhar a descrição da peça, uma vez que a mesma foi entregue diretamente ao presidente, a pedido do mesmo, sem passar por este GADH”. O GADH é o Gabinete Adjunto de Documentação Histórica, que cuida da avaliação e documentação e tudo o que presidente da República recebe de presente.

Uma das peças que constam essa informação é uma espingarda da marca Typhoon Defense, semi-automática, de calibre 12. Segundo sites especializados, o preço da arma gira em torno de US$ 500 a US$ 700 (R$ 2.531 a R$ 3.544, no câmbio atual). Além dela, Bolsonaro recebeu dois carregadores, uma bandoleira e um kit de manutenção. No registro do item, há a mensagem que "não foi possível detalhar a descrição, uma vez que o presente ficou sob a guarda/posse do Presidente da República, ao ser recebido, conforme descrito no Formulário de Encaminhamento de Presentes". Bolsonaro também ficou com uma caixa de 25 unidades de cartuchos de munição.

O ex-presidente fez a mesma coisa ao levar para casa um assento massageador da marca "Shiatsu PRO", que custa cerca de R$ 1 mil. O item foi confeccionado em plástico, poliéster e metal, em tons de cinza. “Possui controle manual das funcionalidades”, resume o inventário.

Apesar de afirmar sua preferência por canetas da marca Bic, Bolsonaro também ficou com canetas que custam até R$ 6 mil cada. É o caso de uma Mont Blanc edição especial ‘Walt Disney’, que também não foi detalhada no inventário. O ex-presidente fez o mesmo com outras canetas, como uma 'Crown', maior marca de canetas executivas do Brasil. Em um outro caso, a única descrição é de que a caneta era "dourada".

Também nas lista do que ficou com Bolsonaro constam dois troféus, um deles na cor dourada. Em uma determinada ocasião, o então chefe do Palácio do Planalto foi presenteado com uma amostra de pedras ametistas, uma variedade de quartzo muito usada como ornamento. Bolsonaro ficou com as peças antes mesmo de terem sido catalogadas e avaliadas pelos funcionários do governo.

exclamção leia também