27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Saúde mental - 30/03/2023, 17:19 - Da Redação

Augusto Vasconcelos defende profissionais da psicologia nas escolas

Vereador também defende presença de atores de serviços sociais

Vereador de Salvador defende presença das categorias nas escolas
Vereador de Salvador defende presença das categorias nas escolas |  Foto: Divulgação/Ascom

O vereador de Salvador, Augusto Vasconcelos (PCdoB), defendeu na última terça-feira (28), durante sessão na Câmara Municipal, a presença dos profissionais da psicologia e serviço social nas escolas públicas da rede de educação básica.

Em entrevista para TV Câmara, Augusto comentou sobre o ataque realizado na segunda (27) dentro da Escola Estadual Thomazia Montoro, Zona Oeste da capital paulista. Na ocasião, um aluno de 13 anos esfaqueou quatro professoras e um colega, resultando na morte da educadora Elisabete Tenreiro, de 71 anos. Augusto pediu que a Prefeitura de Salvador sancione o Projeto de sua autoria, que inclusive já foi aprovado na Casa Legislativa e dispõe da realização de concurso público para seleção desses profissionais.

“Muito preocupante o episódio lamentável que nós vimos na escola de São Paulo também em outros lugares do Brasil, a violência tem crescido em toda a sociedade e as escolas sofrem com isso também, é necessário portanto que tenhamos uma visão acolhedora da educação, por isso que eu apresentei aqui na Câmara Municipal um projeto que foi aprovado no ano passado para garantir o cumprimento da Lei Federal com a contratação de psicólogas e assistentes sociais para as escolas da rede municipal”, disse.

O Projeto de Indicação (PIN) nº 246/ 2021, citado pelo vereador, também considera a Lei Federal nº 13.935/2019, que determina que “as redes públicas de Educação Básica contem com serviços da Psicologia e do Serviço Social para atender às necessidades e prioridades definidas pelas políticas de educação”. Aprovado em 2021, o PIN depende do Executivo para entrar em vigor nas escolas da rede municipal.

Augusto também afirmou que já foram realizadas audiências sobre a temática, visando que a educação seja tratada de maneira interdisciplinar, e fomentando a necessidade da presença dessas profissionais nas instituições de ensino.

exclamção leia também