21º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Articulações - 01/05/2023, 18:08 - Vinicius Rebouças

Arthur Lira avalia adiar votação do PL das Fake News

Presidente da Câmara se reúne líderes para verificar se projeto tem votos para aprovação

Preocupação de Lira cresceu após partido Republicanos se manifestar contra PL das Fake News
Preocupação de Lira cresceu após partido Republicanos se manifestar contra PL das Fake News |  Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), discutirá nesta terça-feira (2) com as lideranças da Casa a possibilidade de adiar a votação do projeto de lei que cria marco regulatório na internet, o PL das Fake News. Ao menos é que afirma a coluna de Igor Gadelha no portal Metrópoles.

Segundo a publicação, os parlamentares afirmam que Lira quer avaliar se o projeto, relatado pelo deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), tem os votos necessários para ser aprovado no plenário.

Silva afirmou à coluna que foi chamado para uma reunião com Lira nesta terça, em Brasília. Mas disse desconhecer qualquer decisão sobre adiar a votação do texto.

A preocupação do presidente da Câmara, segundo a publicação, cresceu nos últimos dias. Especialmente após o Republicanos, partido presidido pelo deputado Marcos Pereira (SP), posicionar-se publicamente contra o projeto.

Lideranças evangélicas da Casa também pressionam outros parlamentares contra o PL de Orlando Silva. Eles colocaram no ar um placar on-line, que, até o momento, indica a possível derrota do projeto das Fake News.

Outro foco de possível virada viria de parlamentares da bancada ruralista, insatisfeitos com a posição do governo Lula, grande defensor do PL das Fake News, de fortalecer movimentos sociais como o MST.

O pedido foi aprovado com um placar de 239 votos favoráveis. Apesar de derrotados, parlamentares de oposição acreditam que esse número seria reversível na votação do mérito da proposta.

exclamção leia também