28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Bateu a revolta - 09/09/2023, 13:16 - Clara Oliveira - Atualizado em 09/09/2023, 14:32

Acompanhada por Bolsonaro, Michelle afirma ser vítima de "perseguição"

Declaração aconteceu durante culto religioso em Brasília

Michelle  chora ao dizer ser vítima de “injustiça”
Michelle chora ao dizer ser vítima de “injustiça” |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

Michelle Bolsonaro, ex-primeira dama, esteve em um culto religioso junto com o ex-presidente Jair Bolsonaro, e afirmou que eles são vítimas de uma perseguição. Em vídeo que viralizou nas redes sociais, ela aparece enrolada com uma bandeira do Brasil e chora ao dizer ser vítima de “injustiça”. A declaração foi feita na Igreja Catedral da Benção, em Brasília.

“Primeira vez que eu olhei a bandeira do Brasil cair no chão, porque é tão vivo, é tão forte. Mas, amados, a gente não pode perder a esperança. Eles vão nos atacar. O Senhor não nos prometeu que seria fácil. O Senhor falou que nós seríamos perseguidos. Todos aqueles que tivessem Cristo como o Senhor salvador seriam perseguidos. E nós estamos sendo perseguidos e injustiçados, mas eu sei em quem eu tenho crido“, declara.

As falas ditas pela ex-primeira-dama ocorreram na semana em que o tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro (PL), fechou um acordo de delação premiada com a Polícia Federal. Michelle também estava acompanhada pelo senador Magno Malta (PL-ES) e os deputados Marco Feliciano (PL-SP) e Helio Lopes (Pl-RJ).

exclamção leia também