27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Política

Sabatina - 17/10/2022, 22:34 -

ACM se 'esquiva' ao ser perguntado sobre derrota e perda de aliados

Ex-prefeito foi sabatinado pela TV Bahia e não poupou críticas ao adversário

ACM Neto participou de sabatina da Rede Bahia
ACM Neto participou de sabatina da Rede Bahia |  Foto: Divulgação Ascom

Por: João Guerra

Durante sabatina na noite desta segunda-feira (17), o candidato ao governo da Bahia pelo União Brasil, ACM Neto, não poupou críticas às gestões petistas no estado e ao seu adversário, Jerônimo Rodrigues (PT), mas desconversou quando perguntado sobre a diferença entre a maioria das pesquisas eleitorais que o apontavam como vencedor da disputa eleitoral e a realidade das urnas, a perda de apoio de prefeitos do interior e sobre a declaração de apoio a um dos candidatos que disputam a eleição presidencial.

O ex-prefeito de Salvador, ao falar sobre o resultado das urnas no dia 2 de outubro, no qual ficou quase dez pontos percentuais atrás do seu adversário petista, quando pesquisas eleitorais desde a pré-campanha o apontavam como vencedor ainda no primeiro turno, destacou que “a grande maioria votou pela não continuidade [dos governos petistas], optou por um projeto de mudança”, fazendo uma alusão aos votos obtidos por sua candidatura e pelo candidato do PL, João Roma, que somou 9,08% dos votos válidos. Neto teve 40,80%, enquanto Jerônimo conquistou 49,45%.

Sobre a ausência na maioria dos debates do primeiro turno e o que mudou no segundo turno ao pedir que o petista compareça aos confrontos agendados pelas emissoras de TV, Neto disse que fez a opção por comparecer ao da TV Bahia por considerar “o mais importante”.

O ex-prefeito de Salvador, ao falar sobre o resultado das urnas no dia 2 de outubro, no qual ficou quase dez pontos percentuais atrás do seu adversário petista, quando pesquisas eleitorais desde a pré-campanha o apontavam como vencedor ainda no primeiro turno, destacou que “a grande maioria votou pela não continuidade [dos governos petistas], optou por um projeto de mudança”, fazendo uma alusão aos votos obtidos por sua candidatura e pelo candidato do PL, João Roma, que somou 9,08% dos votos válidos. Neto teve 40,80%, enquanto Jerônimo conquistou 49,45%.

Sobre a ausência na maioria dos debates do primeiro turno e o que mudou no segundo turno ao pedir que o petista compareça aos confrontos agendados pelas emissoras de TV, Neto disse que fez a opção por comparecer ao da TV Bahia por considerar “o mais importante”.

exclamção leia também