30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Mundo

Da boa - 08/12/2023, 11:01 - Redação

Idosos viram cada vez mais 'maconheiros' nos EUA; entenda

Pesquisa aponta aumento do consumo entre estadunidenses mais velhos

Plantação de maconha
Plantação de maconha |  Foto: Pexels

A população idosa dos Estados Unidos tem aumentado o consumo de maconha, seja os usuários recreativos ou aqueles que buscam utilizar a cannabis de maneira medicinal. Os problemas para resolver são diversos: ansiedade, dores e insônia, sendo que nem sempre os remédios conseguem ser eficazes nos tratamentos.

De acordo com a Pesquisa Nacional sobre Uso de Drogas e Saúde, somente 0,4% das pessoas de 65 anos ou mais nos país dizem ter consumido a erva até 2006. Esse número foi crescendo gradativamente, chegando em quase 3% no ano de 2016, atingindo mais de 8% no ano passado.

Hoje com 76 anos de idade, Nancy Herring, diz que a maconha fez parte de toda sua vida adulta, se identificando até como “hippie dos anos 60”. Antes o uso era recreativo, porém o diagnóstico de demência e Mal de Parkison em seu marido, de 79 anos, fez ela refletir sobre o uso medicinal da cannabis.

Após as doenças atingirem ele de vez, o casal desenvolveu uma forte insônia, mas "nada realmente funcionou", diz ela. Foi aí que eles apostaram em uma versão indica da cannabis de um dispensário na cidade de Clearwater, na Flórida. A 'fumaçeira' funcionou e garante boas noites de sono para eles.

Agora, Herring e o marido "conseguem dormir à noite, o que é uma coisa enorme", segundo disse ela mesma.

exclamção leia também