25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Mundo

Estados Unidos - 06/03/2024, 18:15 - Vitor Lyrio - Atualizado em 06/03/2024, 18:29

Após resultados da Superterça, Nikki Haley se sai das eleições nos EUA

A ex-embaixadora dos Estados Unidos na ONU anunciou sua desistência após as vitórias esmagadoras de Donald Trump na Superterça

Nikki Haley afirmou que é momento de haver uma renovação na política norte-americana
Nikki Haley afirmou que é momento de haver uma renovação na política norte-americana |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

Nikki Haley, ex-embaixadora dos Estados Unidos nas Nações Unidas e pré-candidata à presidência pelo Partido Republicano, surpreendeu o cenário político ao anunciar sua desistência da corrida eleitoral americana, na tarde desta quarta-feira (6).

Em um pronunciamento oficial, realizado na cidade de Charleston, no estado da Carolina do Sul, Haley optou por não pegar leve com o 'companheiro de partido' Donald Trump.

Durante o discurso, a política enfatizou a necessidade de uma renovação nos nomes da política norte-americana e de uma abordagem para conquistar pessoas em vez de afastar.

Com decisão de deixar a disputa, Donald Trump se torna oficialmente o único pré-candidato republicano e garante a posição de principal representante do partido nas eleições presidenciais.

"Cabe agora a Donald Trump ganhar os votos daqueles no nosso partido que não o apoiaram, e espero que o faça", disse ela. Agora é hora de esperar", disse Haley durante o discurso.

A retirada da ex-pré-candidata da corrida eleitoral foi motivada pelos resultados de Trump na Superterça, onde ele saiu com a vitória em 14 estados, incluindo Califórnia e Texas, que são os dois maiores colégios eleitorais dos Estados Unidos. Já Haley teve apenas uma vitória em Vermont.

Este movimento marca uma mudança drástica no panorama político republicano. Agora que Donald Trump é o único candidato pelo partido e deve chegar como forte oposição a reeleição do atual presidente Joe Biden.

exclamção leia também