26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Eventos

cultura - 21/05/2024, 14:23 - Da Redação

Exposição indígena gratuita chega a Salvador; saiba mais

"Nhe´ ẽ Se – Desejo de Fala" chega na capital baiana na próxima terça-feira (28), na Caixa Cultural Salvador

Exposição ficará disponível até o dia 4 de agosto e poderá ser visitada gratuitamente de terça a domingo, das 9h às 17h30
Exposição ficará disponível até o dia 4 de agosto e poderá ser visitada gratuitamente de terça a domingo, das 9h às 17h30 |  Foto: Divulgação

A exposição coletiva da arte indígena "Nhe´ ẽ Se – Desejo de Fala", que revela o desejo de expressão dos povos indígenas brasileiros, chega a capital baiana após seu lançamento em Brasília. Com abertura marcada para a próxima terça-feira (28) na Caixa Cultural Salvador, a mostra promete oferecer ao público um conhecimento maior na arte indígena contemporânea. Após sua estreia, a exposição ficará disponível até o dia 4 de agosto e poderá ser visitada gratuitamente de terça a domingo, das 9h às 17h30. A classificação indicativa é livre e aberta a todos os públicos.

Um dos destaques da exposição é o Manto Assojaba Tupinambá, de Glicéria Tupinambá, que recentemente foi o centro das atenções na Bienal de Veneza. Esta obra, que retorna ao Brasil, será exibida pela primeira vez em Salvador. O Manto Tupinambá é uma peça que vai além da tradição e do encantamento estético, ela é feita com penas de guará e araras, e representa a memória e o ativismo social e político pelos direitos das mulheres indígenas.

A exposição reúne obras de 12 artistas indígenas já reconhecidos e outros ainda iniciantes: Aislan Pankararu, Ajú Paraguassu, Arissana Pataxó, Auá Mendes, Davi Marworno, Déba Tacana, Edgar Kanaykõ Xakriaba, Glicéria Tupinambá, Paulo Desana, Tamikuã Txihi, Xadalu Tupã Jekupé e Yacunã Tuxá. Com curadoria de Sandra Benites, a primeira curadora indígena do Brasil, e Vera Nunes, que é uma das principais mulheres na liderança de projetos artísticos de grande escala no país.

A apresentação, que nasceu a partir de uma pesquisa acadêmica de Benites e revela o desejo de fala dos povos indígenas, tem o patrocínio da CAIXA e do Governo Federal e é idealizada e realizada pela agência Via Press Comunicação, que atua há 25 anos com foco no desenvolvimento de projetos culturais e em áreas como assessoria de imprensa, eventos, marketing digital, relações públicas e relacionamento comunitário.

Abertura e Programação

A abertura oficial será às 19h da terça-feira (28), com a presença das curadoras Sandra Benites e Vera Nunes. A cerimônia contará com tradução em libras e garantirá acessibilidade com audiodescrição e vídeos legendados ao longo de todo o período que permanecer em cartaz. Já na quarta-feira (29), estão programadas uma visita guiada às 14h e a roda de conversa “Diálogo é Cura” das 14h30 às 15h30, ambas com a participação das curadoras.

Exposição indígena gratuita chega a Salvador; saiba mais Exposição indígena gratuita chega a Salvador; saiba mais Exposição indígena gratuita chega a Salvador; saiba mais

exclamção leia também