26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Que viagem - 08/09/2023, 13:48 - João Grassi

US Open: ativista cola pés na arquibancada e paralisa semi feminina

Manifestantes reivindicavam o fim do uso de combustíveis fósseis

Ativista com os pés colados na arquibancada do Arthur Ashe Stadium
Ativista com os pés colados na arquibancada do Arthur Ashe Stadium |  Foto: Reprodução

A semifinal feminina do US Open precisou ser paralisada por um motivo curioso. Manifestantes reivindicavam o fim do uso de combustíveis fósseis, mas um deles em específico deu trabalho para a segurança do Grand Slam.

A segurança rapidamente agiu para conter o protesto, mas um dos ativistas colou os pés no chão. Foram perdidos quase 50 minutos descolar o homem e retirá-lo da arquibancada.

O caso aconteceu na quinta-feira (7) a noite, quando a estadunidense Coco Gauff e a tcheca Karolina Muchová se enfrentavam. Os manifestantes começaram a gritar no alto quadra principal durante o segundo set. Eles usavam camisetas com a mensagem "end fossil fuels" (fim aos combustíveis fósseis, em tradução livre).

A ação dos ativistas recebeu vaias e gritos de "Levem-os para fora" por parte do público presente no Arthur Ashe Stadium. Após a confusão inicial, as tenistas esperaram cerca de 15 minutos na quadra, mas acabaram decidindo se retirar para os vestiários.

Não é a primeira vez este ano que um protesto contra o uso de fósseis acontece em um jogo de Grand Slam. Em Wimbledon, na Inglaterra, ativistas da mesma causa invadiram a quadra e jogaram confete laranja na grama.

Posteriormente, a partida foi retomada e terminou com vitória de Gauff. Ela bateu Muchová por 2 sets a 0, com parciais 6/4 e 7/5. A tenista local enfrentará na final a bielorussa Aryna Sabalenka.

Coco Gauff avançou para a final do US Open
Coco Gauff avançou para a final do US Open | Foto: COREY SIPKIN/AFP

exclamção leia também