27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Denúncia - 05/12/2023, 08:56 - Redação- Atualizado em 05/12/2023, 09:18

Trabalhadores cobram pagamento após mais de um ano após Copa do Mundo

Profissionais estrangeiros afirmam que apenas cataris teriam recebido parte dos valores acordados

Emir do Catar premia Lionel Messi após título da Argentina
Emir do Catar premia Lionel Messi após título da Argentina |  Foto: AFP

Trabalhadores que atuaram na Copa do Mundo do Catar, entre novembro e dezembro do ano passado, denunciam o não recebimento de parte dos pagamentos combinados para os serviços prestados durante o torneio. Mais de 1,1 mil estrangeiros afirmam não terem recebido bônus financeiros, enquanto os cerca de 100 cataris que estiveram trabalhando já ganharam o valor acordado.

Segundo o ge.globo, o sheik Tamim bin Hamad bin Khalifa Al-Thani, Emir do Catar, recebeu a denúncia por meio de uma carta formal enviada pelos profissionais no dia 20 de novembro de 2023, exatamente um ano após a abertura da Copa do Mundo.

Os responsáveis pela carta consideram uma forma de discriminação a decisão de não pagar os bônus, visto que apenas os trabalhadores locais foram pagos, mesmo sendo grande minoria em relação ao total. O Comitê Supremo da Copa e o governo do Catar não se manifestaram a respeito.

Antes do apelo através da mensagem, houve outras tentativas de contato com autoridades do país, mas nenhuma foi respondida. Segundo os relatos ouvidos pela reportagem, o pagamento de bônus não estava previsto nos contratos, mas é algo quase padrão na cultura do Oriente Médio. No grupo dos trabalhadores que cobram esse pagamento, ainda estão incluídos 100 brasileiros.

exclamção leia também