28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Rubro-Negro rugiu alto! - 27/12/2023, 07:00 - Silvânia Nascimento

Retrospectiva 2023: Leão dá a volta por cima e é campeão brasileiro

Após início com frustrações, Vitória termina ano com acesso e título inédito

Elenco do Vitória comemora título da Série B
Elenco do Vitória comemora título da Série B |  Foto: Victor Ferreira/EC Vitória

Quando o calendário deste ano marcar dia 31 de dezembro, muito provavelmente, a torcida, a diretoria, a comissão técnica e todos os funcionários do Vitória vão viver, nem que sejam por alguns segundos, pensamentos nostálgicos de todo caminho percorrido ao longo de 2023. Nem o mais otimista rubro-negro que viu o Leão passar por vários perrengues no início desta temporada, mais precisamente no Campeonato Baiano, na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil, com eliminações precoces, imaginou que encerraria o ano tão feliz da vida.

Tais frustrações levaram a diretoria rubro-negra a tomar providências drásticas, começando pela demissão do treinador João Burse, ocorrida nos vestiários, no dia 5 de fevereiro, após a derrota por 3 a 1, pro CSA, em Maceió, pelo Nordestão. Na ocasião, o presidente do Vitória, Fábio Mota, se movimentou para apresentar um novo comandante que pudesse seguir à frente do clube na disputa do principal objetivo do ano: a Série B do Campeonato Brasileiro.

Foi aí que chegou à Toca do Leão, Léo Condé, um técnico com um perfil de poucas palavras, aparentemente tranquilo e o mais importante: com uma vasta experiência na Segundona. No dia 10 de fevereiro, o treinador foi apresentado e exaltado à imprensa por Mota. “Não tenho dúvidas de que ele será o nosso treinador até o fim da temporada”, afirmou o dirigente na época. E deu certo!

Junto com Condé veio também a reformulação do elenco para a maratona de jogos em busca do tão sonhado retorno à elite do futebol nacional. Novas peças chegaram, outras saíram. E a junção da expertise do treinador atrelada à compatibilidade dos atletas rendeu ao Leão uma invencibilidade nas cinco primeiras partidas da Segundona e sem levar gols nestas rodadas.

A confiança cresceu durante a competição e nem mesmo o finalzinho do primeiro turno, quando o time deu uma oscilada, foi capaz de tirar a equipe dos trilhos. No final, entre erros e acertos, mas com muita competência e méritos, o Leão garantiu o acesso à Série A de 2024 do Brasileirão.

Só que faltava a ‘cereja do bolo’ pra encerrar o ano e ela veio com o tão sonhado e inédito título nacional. Diante de um Barradão lotado, o Rubro-Negro levantou a taça, na partida que venceu o Sport por 1 a 0, com gol do atacante Osvaldo.

Considerada como o 12º jogador no ano inteiro novamente, a torcida do Leão também tem que ser lembrada. Os rubro-negros abraçaram o time, lotaram o Barradão, o aeroporto e o Farol da Barra em festas que jamais serão esquecidas.

Estrela rubro-negra brilhou forte nesta temporada
Estrela rubro-negra brilhou forte nesta temporada | Foto: Olga Leiria / Ag. A Tarde

Sequência de eliminações

Pelo quinto ano consecutivo, o Leão seguiu sem levantar a taça do Campeonato Baiano, inclusive, sendo eliminado ainda na primeira fase. Pra piorar, também deu adeus à Copa do Brasil, na etapa inicial, após perder por 2 a 0 para o Nova Iguaçu, no dia 3 de março. Três dias depois aconteceu a eliminação precoce da Copa do Nordeste, diante do Bahia, após a partida acabar em 1 a 1, na Arena Fonte Nova.

Base passa por altos e baixos

A divisão de base rubro-negra passou por altos e baixos na temporada. Logo de cara, o Vitória fez uma péssima campanha e foi eliminado na primeira fase da Copinha. Já no Baianão, o Rubro-Negro viveu os ‘dois lados da moeda’. No sub-17, os Leõezinhos conquistaram o bicampeonato em cima do Bahia, enquanto que no sub-20, a equipe perdeu para o rival e ficou com o vice-campeonato estadual.

Leoas garantem vaga nacional

Após cinco anos de fora da disputa nacional, o elenco feminino do Vitória garantiu uma vaga na Série A3 do Brasileirão de 2024. A conquista ocorreu depois das Leoas da Barra chegarem à decisão do Campeonato Baiano da categoria neste ano, onde acabaram derrotadas pelo Bahia e ficaram com a prata. Entre as rubro-negras, destacou-se também a participação na primeira Copinha feminina.

Léo Condé foi o grande responsável pelo fim de ano feliz do Vitória
Léo Condé foi o grande responsável pelo fim de ano feliz do Vitória | Foto: Pietro Carpi

Léo Condé é divisor de águas

Anunciado em fevereiro deste ano após um péssimo início de temporada do Vitória, o treinador Léo Condé foi um verdadeiro divisor de águas para o Leão. Com sua chegada, o time evoluiu e conquistou o acesso à elite. Ele deu tão certo à frente do Rubro-Negro, que o clube renovou com o treinador para a temporada 2024. O comandante terminou a Série B com 22 triunfos, seis empates e 10 derrotas.

Volta à elite e título inédito

Além do retorno à elite do futebol brasileiro nesta temporada, o Rubro-Negro teve mais uma grande e inédita conquista. Após 125 anos de espera, o Vitória finalmente pôde deixar ecoar o grito de campeão de um título nacional. Depois de uma campanha sólida na competição, em meados de novembro, com duas rodadas de antecedência, o Leão conquistou o título de campeão brasileiro da Série B de 2023.

Torcida rubro-negra representou 'grandão' mais uma vez neste ano
Torcida rubro-negra representou 'grandão' mais uma vez neste ano | Foto: Raphael Muller / Ag. A TARDE

Torcida faz grandes festas

Número recorde de sócios (mais de 30 mil), mais de seis ônibus em caravana pra Maceió, Barradão lotado em todos os jogos e ‘AeroNego’. Essas foram algumas das festas protagonizadas pela torcida rubro-negra ao longo de 2023. Por falar em festejos, impossível não lembrar do ‘CarnaLeão’ que aconteceu na Barra, com shows de Léo Santana e Ivete em comemoração ao título inédito nacional do clube.

exclamção leia também