28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Deu ruim - 22/08/2023, 08:52 - João Grassi - Atualizado em 22/08/2023, 09:17

Presidente da Federação Espanhola é denunciado após beijar jogadora

Luis Rubiales foi denunciado nesta terça-feira (22) por violência sexual

Jenni Hermoso recebe beijo Luis Rubiales, presidente da Federação Espanhola de Futebol
Jenni Hermoso recebe beijo Luis Rubiales, presidente da Federação Espanhola de Futebol |  Foto: Reprodução/Sportv

O presidente da Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, foi denunciado nesta terça-feira (22) por violência sexual. A denúncia vem após o dirigente surpreender a meia Jenni Hermoso com um beijo na boca durante a premiação da Copa do Mundo Feminina.

Em documento divulgado pelo site The Objective, o presidente da Escola Nacional de Treinadores de Futebol, Miguel Galán, solicitou ao Conselho Superior de Esportes que abrisse uma investigação contra Rubiales.

Conforme a denúncia de Galán, há um protocolo da própria federação espanhola que classifica um "beijo à força" como um "comportamento relacionado com a violência sexual". O documento afirma ainda que este tipo de ação é "uma conduta inaceitável que levará a consequências imediatas".

Entenda

Uma cena chamou atenção durante a premiação na final da Copa do Mundo feminina. A meia Jenni Hermoso, titular na grande final vencida contra a Inglaterra, recebeu um beijo na boca de Luis Rubiales, presidente da Federação Espanhola de Futebol.

Hermoso, inclusive, comentou sobre o assunto em uma live pós-jogo no vestiário: "É, mas eu não gostei. Não pude fazer nada". Posteriormente, a atleta diminuiu o tom da crítica e chegou a defender Rubiales:

“Foi um gesto mútuo totalmente espontâneo pela imensa alegria de ganhar uma Copa do Mundo", disse Hermoso, que ainda afirmou que tem uma "grande relação" com o presidente.

Rubiales se exaltou ao responder questionamentos sobre a atitude criticada. Ele chegou a tratar a repercussão do caso como "idiotice", mas depois se desculpou publicamente pelo ocorrido.

"Certamente me equivoquei, tenho que admitir. Foi sem má fé em um momento de máxima efusividade. Aqui (na Espanha) vimos isso de forma natural, mas lá fora (do país) se formou uma comoção. Tenho que me desculpar, aprender com isso e entender que, quando se é presidente, tem que ter mais cuidado", declarou Rubiales.

exclamção leia também