28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

"Uhul, Nova Iguaçu" - 01/03/2023, 17:27 - Pedro Moraes- Atualizado em 01/03/2023, 17:39

Nova Iguaçu elimina Vitória da Copa do Brasil e afunda Leão em crise

Equipe carioca bateu o time baiano por 2 a 0, na tarde desta quarta-feira (1°), no Rio de Janeiro

Equipe carioca bateu o time baiano por 2 a 0,  na tarde desta quarta-feira (1°), no Rio de Janeiro
Equipe carioca bateu o time baiano por 2 a 0, na tarde desta quarta-feira (1°), no Rio de Janeiro |  Foto: Reprodução/Twitter/@oficialnifc

O Vitória tentou restabelecer um aproveitamento positivo nesta temporada e entrou em campo, na tarde desta quarta-feira (1°), no Estádio Laranjão, para enfrentar o Nova Iguaçu. No entanto, apesar da necessidade apenas do empate para passar de fase na Copa do Brasil, o Leão da Barra caiu em uma laranjada e perdeu a vaga para o Orgulho da Baixada, que venceu por 2 a 0. Os gols foram marcados por Léo Índio e Márcio Duarte.

Na rodada seguinte, o Nova Iguaçu visitará o Nova Mutum, que venceu o Londrina por 4 a 2, no dia 22 de fevereiro, no Estádio Valdir Doilho Wons. A data e o horário do duelo seguinte ainda serão definidos pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Sem emoção

O duelo que abriu a quarta-feira (1°) da primeira fase da Copa do Brasil de 2023 entre Nova Iguaçu x Vitória começou sem nenhum gás para quem acompanhou a etapa inicial do confronto. Isso porque, apesar da maior posse de bola, o Orgulho da Baixada apresentou maior volume de jogo, porém não teve efetividade.

Do contrário, com a vantagem do empate, o Leão da Barra foi montado pelo técnico Léo Condé com um sistema precavido. Sendo assim, impediu a criação de jogadas dos donos da casa, porém, ao mesmo tempo, sequer apresentou perigo ao time mandante. O lance de mais proximidade do gol de Anderson Max saiu dos pés de Thiago Lopes, mas foi somente um recuo para a zaga da equipe carioca.

Do lado do Nova Iguaçu, o atacante Luã Lúcio apareceu aos 48 e deixou a desejar na melhor tentativa do time, ao aparecer dentro da área e finalizar para fora.


Vexame tem nome e sobrenome

Diferentemente dos primeiros 45 iniciais, Nova Iguaçu e Vitória voltaram para o campo com pouco mais de ímpeto, sobretudo o Orgulho da Baixada. Logo aos 2, o atacante Breno chegou bem. De fora da área, ele bateu cruzado de canhota e testou Lucas Arcanjo. O arqueiro rubro-negro precisou espalmar para escanteio.

Passados 22 minutos de jogo, o Nova Iguaçu mostrou que estava 'pra onda'. No contra-ataque orquestrado, o time chegou em uma penalidade. Luã Lúcio invadiu a área e finalizou, mas a bola parou no braço de apoio de Railan. Na cobrança, o volante Léo Índio deslocou Arcanjo e abriu o marcador: 1 a 0.

Se a fase já era ruim antes de entrar em campo, até sair dele o pesadelo ficou gigantesco para o Vitória. Atrás do placar, o time baiano sequer esboçou reação e assistiu, no minuto 37, o Nova Iguaçu fechar o caixão. Márcio Duarte recebeu passe de Breno, dominou no peito e finalizou firme para colocar o segundo gol no placar.

FICHA TÉCNICA
Nova Iguaçu x Vitória
Copa do Brasil – 1ª fase
Local: Laranjão, em Nova Iguaçu (RJ);
Data: 01/03/2023 (quarta-feira)
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO);
Assistentes: Leone Carvalho Rocha (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO);
Gols: Léo Índio e Márcio Duarte (N).


Nova Iguaçu: Max; Bolt, Gabriel Pinheiro, Michel e Bruninho (Márcio Duarte); Léo Índio, Paulo Henrique (Gustavo Nicola) e Ícaro (Breno); Andrey, Léo Bala e Luã Lucio. Técnico: Carlos Vitor..

Vitória: Lucas Arcanjo; Zeca, Dankler, Camutanga e Guilherme Lazaroni (Railan); Léo Gomes, Eduardo e Gegê (Diego Torres); Thiago Lopes (Wellington Nem), Léo Gamalho (Santiago Tréllez) e Rafinha (Osvaldo). Técnico: Léo Condé.

exclamção leia também