30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Experientes? - 06/12/2023, 12:27 - João Grassi- Atualizado em 06/12/2023, 15:29

Não é novidade: Bahia pode ser o quarto time rebaixado do Grupo City

Dois desses times correm risco de serem rebaixados pela segunda vez

Troyes atualmente disputa a segunda divisão francesa
Troyes atualmente disputa a segunda divisão francesa |  Foto: Divulgação/Twitter/Troyes

O Bahia pode ser rebaixado para a Série B nesta quarta-feira (6), última rodada do Campeonato Brasileiro. Dentro da zona de rebaixamento e não dependendo apenas de si mesmo para ficar na elite, o Esquadrão vive um contexto diferente em sua história: ter constituído uma SAF que foi comprada pelo City Football Group, considerado um dos principais conglomerados esportivos do mundo.

Nem mesmo os investimentos e o know-how do Grupo City foram suficientes para uma temporada tranquila para o Bahia. No entanto, engana-se quem pensa que a experiência de brigar contra o rebaixamento seria uma novidade para os proprietários de 90% do futebol tricolor.

O Bahia pode se tornar o quarto clube rebaixado sob gestão do City. Caso o descenso realmente venha, o Esquadrão se juntaria a Girona (ESP), Troyes (FRA) e Montevidéu City Torque (URU).

Girona

Comprado em agosto de 2017 pelo Grupo City, o Girona sempre foi um clube modesto da Catalunha, mas disputava La Liga no momento em que foi comprado pelo conglomerado árabe. Em suas duas primeiras temporadas na 'era City', manteve-se na primeira divisão espanhola, mas acabou rebaixado na temporada 2019/20.

Girona é o atual vice-líder de La Liga, empatado em pontos com o poderoso Real Madrid
Girona é o atual vice-líder de La Liga, empatado em pontos com o poderoso Real Madrid | Foto: Divulgação/Twitter/Girona

Após passar duas temporadas em La Liga 2, o Girona deu a volta por cima. Fez uma campanha segura em 2022/23 e agora vive um sonho: o time catalão é o vice-líder do Campeonato Espanhol, empatado em pontos com o Real Madrid e a frente do Barcelona, dois gigantes do país.

Troyes

O clube francês foi adquirido pelo City Group em 2020, à época conseguindo um impacto imediato e subindo para a Ligue 1 após disputar a segunda divisão local em 2020/21. Porém, só durou duas temporadas na elite francesa e acabou rebaixado em 2022/23.

Troyes atualmente disputa a segunda divisão francesa
Troyes atualmente disputa a segunda divisão francesa | Foto: Divulgação/Twitter/Troyes

E o pior, a campanha atual do Troyes na Ligue 2 é preocupante. O time hoje briga contra o rebaixamento para a terceira divisão, tendo apenas um ponto de distância para o Z-4 do campeonato.

Montevidéu City Torque

Primeiro clube sul-americano a ser adquirido pelo Grupo City, o Torque conseguiu subir para a elite uruguaia logo em sua primeira temporada após ser comprado. No entanto, foi rebaixado no ano seguinte e teve que refazer o caminho do acesso em 2019, novamente com sucesso.

Após a segunda subida, o Torque teve boas temporadas na Primera División, conseguindo uma inédita vaga para a Copa Libertadores de 2022. O progresso vinha sendo bom até a atual temporada.

Torque pode ser rebaixado apenas um dia depois do Bahia
Torque pode ser rebaixado apenas um dia depois do Bahia | Foto: Divulgação/Twitter/Torque

Já neste ano, a campanha do Torque voltou a ser ruim e o clube corre risco de cair novamente. O Grupo City pode, inclusive, ter dois times rebaixados em 24h, visto que Los Ciudadanos precisam derrotar o Nacional, na quinta-feira (6), para se livrar do descenso na atual temporada.

exclamção leia também