25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Polêmica - 21/03/2024, 17:14 - Da Redação - Atualizado em 21/03/2024, 17:27

Leila Pereira dispara sobre Robinho e Daniel Alves: "Tapa na cara"

Gestora foi questionada se as condenações são comentadas na delegação brasileira

Leila Pereira, chefe da delegação da Seleção Brasileira
Leila Pereira, chefe da delegação da Seleção Brasileira |  Foto: Rafael Ribeiro / CBF

Presidente do Palmeiras e agora chefe de delegação da Seleção Brasileira, Leila Pereira fez um forte discurso nesta quinta-feira (21), em Londres, na Inglaterra, sobre recentes julgamentos dos ex-jogadores Daniel Alves e Robinho por estupro. A gestora foi questionada se as condenações de Daniel Alves e Robinho são comentadas na delegação brasileira e não titubeou.

"Ninguém fala nada, mas eu, como mulher aqui na chefia da delegação, tenho que me posicionar sobre os casos do Robinho e Daniel Alves. Isso é um tapa na cara de todas nós mulheres, especialmente o caso do Daniel Alves, que pagou pela liberdade. Acho importante eu me posicionar. Cada caso de impunidade é a semente do crime seguinte", disparou Leila, ao "Uol".

A Justiça de Barcelona aceitou o pedido da defesa do ex-lateral para deixá-lo em liberdade provisória enquanto os recursos são julgados. No entanto, Daniel Alves terá de pagar fiança de R$ 5,45 milhões, entregar os passaportes brasileiro e espanhol, se manter afastado por 1km e incomunicável com a vítima, além de se apresentar ao tribunal semanalmente. Ele foi condenado recentemente a quatro anos e meio de prisão por estupro.

Veja também:

Pau quebrou! Confusão entre torcedores em shopping é apartada pela PM

Já em relação a Robinho, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que ele deve cumprir pena por estupro no Brasil. O ex-atacante foi condenado a nove anos de prisão pela Justiça da Itália, por um crime de estupro ocorrido em 2013. A CBF até o momento não comentou os dois casos.

exclamção leia também