27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Atropelo baiano - 06/05/2023, 00:34 - Silvânia Nascimento- Atualizado em 06/05/2023, 01:04

Leão 'enraivado' engole a Pantera e lidera a Série B com 100%

Vitória segue imbatível na Segundona e goleia o Botafogo-SP, fora de casa

Léo Gomes abriu o placar para o Rubro-Negro baiano no estádio Santa Cruz
Léo Gomes abriu o placar para o Rubro-Negro baiano no estádio Santa Cruz |  Foto: Victor Ferreira / EC Vitória

Quem segura o Leão? Com mais uma bela atuação nesta Série B, o Vitória fez bonito fora de casa e, como um bom ‘pitbull enraivado’, mordeu a Pantera, aplicando 3 a 0, na noite desta sexta-feira (5), no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Léo Gomes, Welder e Tréllez balançaram as redes para o Leão em cima do Botafogo-SP e garantiram mais três pontos na competição.

Com o resultado, o time baiano segue com 100% de aproveitamento na Segundona, com quatro triunfos em quatro partidas disputadas, 10 gols marcados e nenhum sofrido. É uma campanha impecável do Rubro-Negro baiano.

Nos primeiros 45 minutos do duelo no interior paulista, mesmo com uma partida movimentada, o Leão encontrou dificuldades para passar pela defesa adversária que, por sinal, estava sempre muito posicionada e atenta às tentativas de ataque do Vitória. A primeira oportunidade rubro-negra surgiu aos 7 minutos quando Osvaldo, de dentro da área, bateu cruzado no gol de Albino.

Mas os mandantes não ficaram atrás. Na sequência, sozinho, Salatiel conseguiu driblar os dois zagueiros do Vitória, Wagner Leonardo e Camutanga, e cara a cara com Lucas Arcanjo, finalizou mal, perdendo a chance de abrir o placar dentro de casa.

A primeira etapa foi dura para as duas equipes, que se impuseram o tempo todo. Osvaldo, mais uma vez, foi um dos principais nomes do Vitória em campo. Sempre presente em jogadas importantes, o camisa 11, além de correr muito, deu passes que, se fossem melhores aproveitados, poderiam ter resultados em gols. Welder, por exemplo, desperdiçou algumas chances, mas mostrou que deve render bons frutos ao Leão.

Mas foi aos 35 minutos, que aconteceu a primeira festa rubro-negra em São Paulo. Giovanni Augusto, que retornou após se recuperar de uma lesão, cobrou uma falta com perfeição para dentro da área adversária e Léo Gomes cabeceou bonito, mandando para o fundo das redes do goleiro Matheus. O lance chegou a ser checado pelo VAR, após um possível impedimento, mas foi dado como regular, finalizando o primeiro tempo.

E o intervalo não esfriou o sangue do elenco rubro-negro. Na volta para a etapa final, o Leão voltou seguiu determinado a vencer a partida. Logo aos 6 minutos, o jogo voltou a esquentar, quando Zé Hugo recebeu um passe de Giovanni na área, conseguiu passar pela zaga e bateu para o gol, mas a redonda foi para a fora.

Só que não demorou muito para o segundo gol do Vitória sair. Aos 16 minutos, Welder aproveitou um contra-ataque e, numa velocidade admirável, recebeu um passe de Osvaldo pelo lado direito. Com qualidade, ele bateu de esquerda e marcou o 2 a 0 no estádio Santa Cruz.

A partir daí, a partida virou um show de horrores. Devido a duas quedas de energia, o jogo precisou ser paralisado duas vezes. Quando tudo foi normalizado, o Rubro-Negro se manteve bem em campo sem dar chances para a Pantera e ainda marcou mais um gol. No apagar das luzes, Tréllez driblou o goleiro Matheus Albino e fechou o marcador para o Leão.

FICHA TÉCNICA
Botafogo-SP 0 x 3 Vitória
Série B - 5ª rodada

Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 05/05/2023 (sexta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
Quarto árbitro: Fabiano Monteiro dos Santos (SP) VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartões amarelos: Camutanga, Lucas Arcanjo, Rodrigo Andrade e Rafinha (Vitória) / Osman (Botafogo-SP)
Gols: Léo Gomes, Welder e Tréllez (Vitória)

Botafogo-SP: Matheus; Thassio, Carlinhos, Diogo Silva e Jean Victor; Tárik, Guilherme Madruga (Osman) e Gustavo Xuxa (Carlos Manuel); Robinho (Edson Carioca), Luiz Henrique (Lucas Cardoso) e Salatiel. Técnico: Adilson Batista.

Vitória: Lucas Arcanjo; Zeca, Camutanga, Wagner Leonardo e Marcelo; Léo Gomes (Diego Fumaça), Rodrigo Andrade (Gegê) e Giovanni Augusto (Rafinha); Zé Hugo (Thiago Lopes), Osvaldo e Welder (Tréllez). Técnico: Léo Condé.

exclamção leia também