22º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Bahia - 18/05/2023, 00:40 - Da Redação

“Fomos mais estratégicos, fomos mais reativos”, diz Paiva após empate

Tricolor empatou sem gols em partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil

Paiva aprovou o desempenho
Paiva aprovou o desempenho |  Foto: Rafael Machaddo / EC Bahia

O Bahia foi até a Vila Belmiro encarar o Santos pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira (17). O duelo, que foi o segundo de três partidas que as equipes vão fazer neste mês de maio, terminou empatado em 0 a 0.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Renato Paiva destacou a atuação do Bahia que, diferente da jogo da semana passada, pelo Brasileirão, competiu e merecia ter saído de campo com um resultado positivo.

"Da mesma forma que merecemos a derrota e o Santos ganhou o último jogo, onde nós fomos inexistentes, acho que hoje fizemos um jogo muito competente. Não é um jogo que eu gosto muito, não foi um jogo de proposição, possivelmente a torcida gosta de um futebol mais pra frente, mais vibrante. É um jogo que não é pontos [corridos], é uma eliminatória que se divide em dois jogos. Sabíamos também, em função daquele jogo aqui, como joga o Santos. Hoje, querendo levar uma eliminatória para a Fonte Nova, para o nosso público, para a nossa torcida, nós fomos mais estratégicos, fomos mais reativos, cortamos os espaços do Santos", disse o técnico tricolor.

O comandante do Bahia ainda valorizou a atuação do goleiro João Paulo, do Santos, sobrtudo na primeira etapa. Ele foi o responsável por três grandes defesas, que evitaram que o Tricolor abrisse o placar na Vila Belmiro.

"Nós hoje tiramos os espaços do adversário e, com bola, conseguimos gerar alguns problemas. Por exemplo, na primeira fase, o goleiro do Santos foi bem, e isso afeta como os jogadores perceberam e puseram em prática a estratégia", afirmou o mister.

Mesmo sem sair com o resultado positivo, Paiva destacou o fato de que a decisão será em Salvador, na Arena Fonte Nova, com o apoio do torcedor.

"É um jogo eliminatório e vamos vivos para Salvador, o crescimento começa a ficar confortável quando não tem bola e começa a se defender bem, seja por estratégia ou pelo adversário. Quero ver a Fonte Nova lotada e que nos ajude como ajudou contra o Flamengo. Eles estiveram vibrantes o jogo inteiro. E a forma que se despediram foi o reconhecimento do trabalho. Precisamos muito deles", concluiu o treinador.

exclamção leia também