29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Assédio no futebol feminino - 21/03/2024, 19:13 - Larissa Falcão

Ferroviária denuncia assédio contra fisio no Brasileirão Feminino

Episódio aconteceu na última terça-feira (19), em partida contra o Real Brasília

Coordenadora do Departamento Médico e Fisioterapeuta do clube, Ariane dos Santos
Coordenadora do Departamento Médico e Fisioterapeuta do clube, Ariane dos Santos |  Foto: Reprodução/Instagram

Em nota de repúdio publicada pela Ferroviária, nesta quinta-feira (21), o clube denunciou um caso de assédio sofrido pela Coordenadora do Departamento Médico e Fisioterapeuta do clube, Ariane dos Santos. A profissional já foi fisioterapeuta da Seleção Brasileira Feminina, durante a última Copa do Mundo.

O caso aconteceu na última terça-feira (19), durante o jogo contra o Real Brasília, pelo Brasileirão Feminino, em Brasília. Segundo o clube paulista, o episódio ocorreu no momento em que a fisioterapeuta se deslocava para o gramado, para realizar um atendimento à goleira Luciana.

Comentários maldosos sobre o físico da profissional foram proferidos por membros uniformizados da equipe brasiliense, que não estavam identificados. A situação foi denunciada pela própria Ariane à arbitragem da partida, juntamente com uma atleta que presenciou o episódio.

Conforme informado na súmula do jogo pela árbitra Luciana Leite, a fisioterapeuta descreveu o episódio no final da partida, para a equipe de arbitragem no vestiário do Estádio Defelê.

Após a repercussão do caso, o Real Brasília se pronunciou, nesta quinta-feira (21), através de uma nota, onde afirma que a acusação feita pela Ferroviária "contém informações que se evidenciam falsas e absolutamente levianas".

O pronunciamento, apesar de repudiar "qualquer forma de agressão, inadequação ou violência contra a mulher", toma um rumo diferente ao longo da nota, que desmente a grave acusação feita.

O clube brasiliense ainda sugere que a denúncia da Ferroviária tenha sido uma forma de "desviar o foco", após o Real Brasília manifestar intenção em protestar contra erros da arbitragem em lances duvidosos.

Por fim, o clube afirmou que em conversa com os denunciados, nenhum deles admitiu ter relação com o episódio. "Após conversar com o pessoal de apoio do Real Brasília, que trabalha no clube há cerca de nove anos sem qualquer mácula, nenhum deles admitiu ter feito ou ouvido qualquer comentário como o descrito pela denunciante. Essa informação também foi confirmada pela equipe de segurança, gandula e equipe de imprensa posicionada atrás da área de atendimento", detalhou o trecho da nota.

exclamção leia também