25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

treta na f-1 - 04/04/2023, 19:06 - Marcello Góis

Felipe Massa pode acionar a Justiça e contestar título de Hamilton

Piloto avalia ir aos tribunais após entrevista polêmica de Bernie Ecclestone

Felipe Massa está aposentado da Fórmula 1 há 18 anos
Felipe Massa está aposentado da Fórmula 1 há 18 anos |  Foto: foto EFE Divulgação

O piloto brasileiro Felipe Massa, vice-campeão mundial de Fórmula 1 em 2008, admitiu que deve acionar na Justiça a Fórmula 1 e a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) para contestar a confirmação da conquista do título, que não ocorreu pela diferença de um ponto.

Massa avalia as ações que devem ser tomadas devido às declarações de Bernie Ecclestone, ex-chefe da categoria, que sabia da manipulação de resultados no GP de Singapura e de que ele poderia ter vencido o mundial, superando Lewis Hamilton.

“Decidimos não fazer nada por enquanto. Queríamos proteger o esporte e salvá-lo de um grande escândalo. Por isso usei línguas angelicais para persuadir meu ex-piloto Nelson Piquet a manter a calma. Naquela época, havia uma regra de que uma classificação ao campeonato mundial após a cerimônia de premiação da FIA no final do ano era intocável. Então Hamilton foi presenteado com o troféu e estava tudo bem", declarou Ecclestone ao site F1-Insider.

“Tivemos informações suficientes a tempo de investigar o assunto. De acordo com os estatutos, deveríamos ter cancelado a corrida em Singapura nessas condições. Isso significa que nunca teria mudado a classificação do campeonato. E então Felipe Massa teria se tornado campeão mundial e não Lewis Hamilton”, completou o ex-mandatário da F-1.

Decepcionado após tomar conhecimento do que foi dito por Bernie Ecclestone, Felipe Massa busca legalmente reverter o resultado.

“Primeiro, isso é muito triste, descobrir que uma corrida foi roubada... Isso ficou claro no ano seguinte”, disse Massa. “Aconteceram as punições do (Flavio) Briatore e do Pat Symonds, enquanto o resultado de uma coisa que foi roubada, [com isso] não aconteceu nada”, disse Massa ao site Motorsport.

A corrida em Marina Bay é lembrada por uma das maiores polêmicas da Fórmula 1, o crashgate. Durante a prova, o brasileiro Nelsinho Piquet bateu propositalmente no muro para provocar um safety-car e ajudar o companheiro de equipe, o espanhol Fernando Alonso. Eles eram da equipe Renault. A situação mudou os rumos do campeonato. Alonso venceu a corrida, massa caiu para a 13ª posição e ficou fora da zona de pontuação. Enquanto Lewis Hamilton terminou em terceiro.

"E depois de 15 anos, nós ouvimos que o [antigo] dono da categoria fala que soube em 2008, junto com o presidente da FIA, e eles não fizeram nada para não sujar o nome da F1. Isso é muito triste. Você sabe que uma coisa foi roubada, o resultado dessa corrida era para ser cancelado e eu teria um título. No final, quem mais saiu perdendo com esse resultado fui eu. Estamos indo atrás para entender tudo isso", completou.

Mesmo sabendo que tem chances remotas de conquistar o título, Felipe Massa vai acionar sua equipe jurídica e espera fazer justiça.

“Eu não sei se é possível dividir um título. Se foi comprovado que aquela corrida foi roubada, ela tem que ser cancelada, essa é a justiça. É muito difícil dizer ‘ah, tadinho’... não existe ‘tadinho’ no mundo, a situação é clara. Há regras, e há muitas coisas que, dependendo do país, não pode voltar 15 anos para resolver uma situação”, concluiu.

exclamção leia também