29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Envolvido - 18/12/2023, 13:58 - Da Redação

Ex-jogador do Vitória está sendo investigado por ligação ao PCC

Marco Aurélio é suspeito em um processo que relaciona a escola de samba Vai-Vai com a facção

Marco Aurélio ocupa atualmente a função de diretor presidente do clube de futebol da Vai-Vai
Marco Aurélio ocupa atualmente a função de diretor presidente do clube de futebol da Vai-Vai |  Foto: Alex Tores/Ag. A TARDE

O ex-jogador Marco Aurélio, com passagens pelo Vitória em 2008, está sendo investigado em um processo que relaciona a escola de samba Vai-Vai como um reduto da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

A investigação partiu de denúncias que ligam o diretor financeiro e ex-presidente da agremiação, Beto da Bela Vista, a um esquema de lavagem de dinheiro e outros crimes.

"Escola (Vai-Vai) que BBV (Beto da Bela Vista) pertence ao quadro diretivo e sabidamente é reduto da mencionada facção criminosa (PCC)", diz trecho do documento.

Marco Aurélio é indiciado nas investigações por supostas conexões dele com empresas que teriam sido utilizadas para lavagem de dinheiro. Ao ser ouvido pela polícia, ele teria ficado em silêncio.

O ex-jogador, que atuava como lateral-direito e meia, ocupa atualmente a função de diretor e presidente do clube de futebol ligado à Vai-Vai.

Revelado pelo São Paulo em 1998, Marco Aurélio jogou no Vitória em 2008, sendo titular durante a campanha na Série A. Ele jogou 25 jogos pelo Leão e não marcou gols. O ex-atleta encerrou a carreira em 2012, com 35 anos, no Atlético Sorocaba.

exclamção leia também