30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

La Liga - 03/04/2024, 17:39 - Da Redação

Estádio do Getafe é parcialmente fechado após mais um caso de racismo

Punição foi anunciada pelo Comitê de Competição da Espanha

Getafe foi punido com o fechamento parcial de seu estádio por três partidas
Getafe foi punido com o fechamento parcial de seu estádio por três partidas |  Foto: Divulgação / Getafe

O Getafe foi punido com o fechamento parcial de seu estádio por três partidas devido aos insultos racistas proferidos pelos torcedores do clube ao jogador argentino do Sevilla Marcos Acuña no último jogo do Campeonato Espanhol.

A punição foi anunciada nesta quarta-feira (3), pelo Comitê de Competição (órgão disciplinar da Federação Espanhola de Futebol) e é acompanhada de uma multa de 27 mil euros (R$ 147 mil na cotação atual).

Em sua resolução, o Comitê especifica que a área fechada deverá "mostrar uma mensagem visível de condenação aos atos e condutas violentas, racistas, xenófobas e intolerantes no futebol e de apoio ao fair play".

O jogo da 30ª rodada do campeonato, que o Sevilha venceu por 1 a 0 no estádio do Getafe, foi brevemente interrompido devido à aplicação do protocolo antirracista, após os insultos recebidos por Acuña.

"Aos 68 minutos tive que interromper a partida porque houve insultos racistas ao camisa 19 do time visitante, com palavras como 'Acuña macaco' e 'Acuña vem do macaco", escreveu o árbitro da partida, Javier Iglesias Villanueva, em uma ata oficial do jogo.

Veja também:

Dois árbitros brasileiros vão comandar jogos nas Olimpíadas de Paris

Após a partida, o treinador do Sevilha, Quique Sánchez Flores, também afirmou que foi alvo de insultos racistas. Em sua conta oficial na rede social X, o Sevilha condenou "os insultos racistas e xenófobos sofridos" por Acuña e pela sua comissão técnica.

exclamção leia também