30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

De lavada - 17/04/2024, 00:43 - Pedro Carreiro

Em jogo encharcado, Bahia bate Flu de virada no Brasileirão

Tricolor baiano sai atrás do placar, mas vira e consegue primeiros três pontos na Série A

Tricolor baiano sai atrás do placar, mas vira e consegue primeiros três pontos na Série A
Tricolor baiano sai atrás do placar, mas vira e consegue primeiros três pontos na Série A |  Foto: Uendel Galter

Em jogo que chegou a ficar 1h parado por conta da chuva, o Bahia foi guerreiro e venceu o Fluminense de virada, por 2 a 1, na noite desta terça-feira (16), na Arena Fonte Nova, pela abertura da 2ª rodada da Série A do Brasileirão. Cano abriu o placar logo cedo para o Tricolor das Laranjeiras e minutos depois a partida foi interrompida. Na volta, o Tricolor de Aço mostrou quem é o mais forte dos tricolores e conseguiu a virada com Caio Alexandre e Cauly.

Com o resultado, o Esquadrão conquistou seus primeiros três pontos no campeonato e está parcialmente na 8º colocação. O time volta a campo para encarar o grande rival Vitória, neste domingo (21), no Barradão, pela 3º rodada do nacional.

O jogo já começou debaixo de chuva, mas ainda assim muito movimentado. O Fluminense abriu o placar logo aos três minutos, com Cano, após erro na saída de bola de Arias. O lateral tricolor tentou driblar o compatriota John Arias, que fez o desarme e passou para Cano abrir o placar com um chute rasteiro na saída de Marcos Felipe.

Depois do gol, o cacau começou a cair de com força até chegar ao ponto em que o gramado ficou totalmente ensopado e sem condições de jogo. Por isso, aos 16 minutos, o árbitro João Vitor Gobi decidiu paralisar a partida e esperar as condições melhorarem. O jogo ficou parado por cerca de uma hora e só retornou depois da chuva dar uma trégua e a água do gramado ter sido escoada.

Atrás do gol de empate, o Baêa voltou para a partida com mais iniciativa, enquanto o Flu tentava chegar na base dos contra-ataques. Depois de muita pressão e alguns gols perdidos, o empate finalmente chegou aos 35 minutos, com um golaço. Caio Alexandre pegou sobra de escanteio, limpou Samuel Xavier na entrada da área e chapou na gaveta para fazer o 1 a 1.

O Bahia também voltou do intervalo no gás. A equipe armou uma blitz nos primeiros minutos da etapa final e chegou a virada aos 15 minutos, com outro belo gol. Após ser encontrado por Jean Lucas na entrada da área, Cauly deu um corte seco em Manoel, saiu cara a cara com Fábio e encheu o pé para estufar as redes, completando o revés do Tricolor de Aço.

O Tricolor das Laranjeiras tentou esboçar uma reação após o gol, só que o Bahia soube contornar bem a situação e administrar o placar sem levar grandes sustos. Com a equipe carioca toda desconfigurada, o Esquadrão até teve boas chances de ampliar o placar na reta final da partida, porém não teve capricho nas finalizações e ficou só no 2 a 1, diante de pouco mais de 23 mil tricolores que foram o time mesmo debaixo de chuva.

FICHA DO JOGO

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA); Gols: Caio Alexandre aos 35M’ do 1ºT e Cauly aos 15M’ do 2ºT (B); Cano aos 3M’ do 1ºT (F); Público: 23.080; Renda: 633.866,50; Árbitro: João Vitor Gobi; Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Fabrini Bevilaqua Costa (trio de SP); Cartões Amarelos: Caio Alexandre, Thaciano, Everton Ribeiro e Everaldo (B); Lima, Martinelli, John Kennedy, Alexsander e Ganso.

Bahia: Marcos Felipe; Arias, Gabriel Xavier, Cuesta e Luciano Juba; Caio Alexandre (Rezende), Jean Lucas, Cauly e Everton Ribeiro (Carlos de Pena); Ademir (Biel) e Thaciano (Everaldo). Técnico: Rogério Ceni.

Fluminense: Fábio; Samuel Xavier (Kauã Elias), Manoel (Douglas Costa), Martinelli e Diogo Barbosa (Alexsander); André, Lima (John Kennedy), Ganso e John Arias; Marquinhos e Cano (Isaac). Técnico: Fernando Diniz.

exclamção leia também