25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Final de Baianão - 06/04/2024, 07:00 - Santiago Oliveira - Atualizado em 06/04/2024, 09:00

É combate! Hebert Conceição e Malhadinho defendem seus lados no Ba-Vi

Estrelas das artes marciais da Bahia deixam a razão de lado pelos times do coração

Hebert Conceição, torcedor do Bahia, e Jailton Malhadinho, torcedor do Vitória
Hebert Conceição, torcedor do Bahia, e Jailton Malhadinho, torcedor do Vitória |  Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia | Arquivo pessoal

Baianos e craques das artes marciais, Hebert Conceição, campeão olímpico de boxe, e Jailton Malhadinho, lutador de MMA atualmente no UFC, bateram um papo exclusivo com o Portal MASSA! sobre a final do Campeonato Baiano entre Bahia e Vitória, neste domingo (7), na Arena Fonte Nova. Hebert, além de torcedor do Esquadrão, é embaixador do clube. Já Malhadinho é apaixonado pelo Leão da Barra e faz questão de expor seu time do coração.

Em lados opostos, cada um se apega ao que tem de melhor para a grande final. Jailton valoriza o resultado positivo construído pelo Colossal, no Barradão, e 'dá as cartas' do que espera do Vitória, que joga pelo empate, após superar o Bahia por 3 a 2 na partida de ida.

"A expectativa tá muito alta e eu tenho certeza que o Vitória vai sair com um bom resultado lá da Arena Fonte Nova, e com o objetivo maior, que é o título, para abrilhantar mais esse elenco que está se formando para disputar o Campeonato Brasileiro. Certeza que o Vitória vai dar um show, a gente tá vindo com um resultado positivo dentro de casa, então é só administrar o jogo lá na Arena Fonte Nova", destacou o lutador de MMA.

Hebert, por sua vez, volta ao ano passado e relembra a goleada do Tricolor de Aço sobre o Atlético-MG, na última rodada da Série A - jogo que definiu a permanência do Bahia na elite do futebol brasileiro.

"Apesar do cenário não ser favorável, a minha expectativa é a melhor possível. Lembrando do final do ano, onde o Bahia precisava se salvar em um cenário muito pior, o Bahia conseguiu um feito inesquecível, conseguiu golear o Atlético Mineiro, onde precisava ganhar por um simples placar e ainda torcer por outros resultados. Então eu me apego nesse último resultado do Bahia para poder me fazer acreditar e manter as esperanças acesas", refletiu o pugilista.

Maratona de Ba-Vi

Apesar da rivalidade, os dois concordam que esta temporada está sendo especial para as torcidas. Juntando Campeonato Baiano e Copa do Nordeste, já foram três clássicos, restando esta final e os dois jogos do Campeonato Brasileiro, além da possibilidade de um embate pela Copa do Brasil.

"Melhor coisa que está acontecendo é essa sequência de Ba-Vi, coisa que não acontecia há muitos anos, o Vitória não classificava para as finais. E nós, torcedores, ficávamos carentes de viver e de reacender a nossa rivalidade, de brincar um com outro. Lógico que nesse momento, nesse cenário de três Ba-Vis, dois a um para o Vitória, não está sendo tão prazeroso para o torcedor do Bahia. Mas a longo prazo, daqui para o final do ano, na somatória, com certeza, nós torcedores do Bahia, saíremos mais felizes", cravou o medalhista olímpico de 2020, em Tóquio.

Além de exaltar os confrontos seguidos, Malhadinho também levantou bandeira pela torcida mista nos Ba-Vis do Brasileirão. "Esse ano é um ano épico para as duas torcidas, né? Tem muito tempo que não acontece tantos Ba-Vis assim pra poder disputar. Foi no Baiano, Copa do Nordeste, agora o Brasileiro. Então, vai ser muito emocionante para as duas torcidas, e vamos ver como é que vai ser no Brasileiro, se vai ter torcida única ou vai ser torcida mista, eu apoio torcida mista", destacou.

A fera do UFC expõe seu amor pelo Leão
A fera do UFC expõe seu amor pelo Leão | Foto: Arquivo pessoal

Apoio às provocações: pescaria x galinha fujona

As comemorações apimentadas são um show à parte quando se trata do clássico Ba-Vi, e a dupla pesada apoia com força as provocações, inclusive dentro do gramado. No entanto, tanto Jailton Malhadinho quanto Hebert Conceição chamam atenção em relação à violência.

"Na verdade, acho que é o símbolo dos clássicos as provocações sadias. Como eu sempre brinco, tenho vários amigos tricolores, né? Tenho o Hebert Conceição, tenho o Ciro, que é um ícone da torcida do Bahia, e sempre existiu aquela comemoração, tipo: 'a gente vai pescar, coisa e tal'. A gente sempre brinca de maneira sadia, mas tem que ter aquela velha comemoração, é histórico dos times. E cada clássico vai ser uma comemoração diferente, isso acaba abrilhantando ainda mais o nosso futebol, nosso estado. Que não tenha confusão, com fé em Deus não vai ter confusão nenhuma", disparou Malhadinho.

Já o embaixador tricolor vai além. Para ele, sem as tradicionais provocações não haveria rivalidade. "Eu sou super a favor das provocações, tanto da parte da torcida quanto da parte dos jogadores. Sou super a favor do futebol raiz, lógico que havendo o respeito e o limite, as provocações dentro da legalidade eu acho super positivo. É o que mantém a rivalidade acesa, são as provocações, o que seria do Ba-Vi se não tivesse provocações? Se o Vitória não dissesse que nós não temos estádios, se não chamássemos o Vitória de vice! Mataria a rivalidade [se não houvesse]".

Hebert em visita ao CT Evaristo de Macedo, do Bahia
Hebert em visita ao CT Evaristo de Macedo, do Bahia | Foto: Reprodução / EC Bahia

exclamção leia também