30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Sujou - 01/08/2023, 13:40 - João Grassi

Deu ruim! Sete jogadores são suspensos por suspeita de manipulação

Entre os suspensos, estão atletas que passaram pela dupla Ba-Vi

Pedrinho sendo apresentado ao CAHP
Pedrinho sendo apresentado ao CAHP |  Foto: José Tramontin/Athletico)

Sete jogadores receberam suspensão preventiva de 30 dias, determinada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta terça-feira (1º), por suspeita de manipulação de jogos no futebol.

O lateral-esquerdo Pedrinho, revelado na base do Vitória, foi um dos atletas suspensos, assim como o meia-atacante Thonny Anderson, ex-Bahia.

Os jogadores são alvos da nova fase da Operação Penalidade Máxima, do Ministério Público de Goiás (MP-GO), e se tornaram réus na Justiça de Goiânia.

Confira abaixo a lista dos jogadores que estão suspensos preventivamente:

  • o atacante Alef Manga, ex-Coritiba, negociado para o futebol do Chipre
  • o meia Dadá Belmonte, do América, ex-Goiás
  • o lateral Igor Cariús, do Sport
  • o meia uruguaio Jesus Trindade, ex-Coritiba
  • o lateral Pedrinho, ex-Vitória e Athletico, que se transferiu para o Shakthar
  • o lateral Sidcley, ex-Cuiabá, hoje no Dínamo Kiev
  • o meia-atacante Thonny Anderson, ex-Bahia e Coritiba, que estava emprestado ao ABC pelo RB Bragantino

Na última semana, o juiz Alessandro Pereira Pacheco, da 2ª Vara de Repressão ao Crime Organizado e Lavagem de Capitais, aceitou denúncia e tornou réus todos sete jogadores e mais sete pessoas acusadas de manipulação no futebol brasileiro.

O STJD também determinou a convocação de 10 jogadores do futebol brasileiro para serem ouvidos na próxima terça-feira (8). Os convocados para prestar depoimentos são:

  • Nino Paraíba, do Paysandu, que era do Ceará
  • Pedrinho, ex-Vitória e Athletico, hoje do Shakhtar
  • Richard, ex-Ceará, que está no Alanyaspor
  • Vitor Mendes, do Fluminense, ex-Juventude
  • Nathan, ex-jogador do Avaí
  • Alef Manga, do Coritiba
  • Diego Porfírio, do Coritiba, hoje no Desportivo Aliança (AL)
  • Bryan Garcia, ex-Athletico, hoje no Del Valle
  • Dadá Belmonte, do América, ex-Goiás
  • Nathan, do Grêmio, que era do Fluminense

Na Justiça comum, todos réus vão responder pela suposta prática dos seguintes delitos, de acordo com artigos da nova Lei Geral do Esporte:

Art. 198. Solicitar ou aceitar, para si ou para outrem, vantagem ou promessa de vantagem patrimonial ou não patrimonial para qualquer ato ou omissão destinado a alterar ou falsear o resultado de competição esportiva ou evento a ela associado. Pena - reclusão, de 2 (dois) a 6 (seis) anos, e multa.

Art. 199. Dar ou prometer vantagem patrimonial ou não patrimonial com o fim de alterar ou falsear o resultado de competição esportiva ou evento a ela associado. Pena - reclusão, de 2 (dois) a 6 (seis) anos, e multa.

exclamção leia também