27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Baianão - 10/03/2024, 11:55 - Daniel Farias

De volta ao mata-mata após 5 anos, Vitória pega o Barcelona de Ilhéus

Rubro-Negro inicia caminhada à final do Campeonato Baiano

Osvaldo vem sendo decisivo na temporada, contribuindo com assistências e gols para o Rubro-Negro
Osvaldo vem sendo decisivo na temporada, contribuindo com assistências e gols para o Rubro-Negro |  Foto: Victor Ferreira / EC Vitória

O Vitória está de volta à semifinal do Campeonato Baiano depois de cinco anos, e em um momento especial. Embalado, com quatro triunfos e um empate em cinco jogos, o time enfrenta o Barcelona de Ilhéus, hoje, no estádio Mário Pessoa, no município do interior baiano, buscando vencer e encaminhar a vaga na final.

Além do triunfo e da classificação, o Leão tem outro objetivo, em paralelo, que é tentar levar o segundo jogo da grande final para o Barradão, onde vem sendo soberano desde 11 de junho do ano passado, em uma sequência de 20 jogos sem perder no Barradão. São 16 triunfos e quatro empates em nove meses.

Para a partida, o Rubro-Negro vai com força máxima, pois sabe que o Barcelona de Ilhéus, destaque entre os clubes do interior na atual edição do campeonato estadual, não vai facilitar para o time da capital. Na fase de grupos, surpreendeu o Vitória e venceu por 2 a 1, de virada, no mesmo palco em que ocorre a partida de logo mais.

Para o técnico Léo Condé, a confiança pela sequência positiva vem sendo central no momento atual da temporada. “Vencer sempre traz confiança. A gente chega a um momento decisivo. O adversário (Barcelona de Ilhéus) fez boa primeira fase de Campeonato Baiano. Vão ser jogos difíceis. E chegar confiante é importante”, disse o treinador, em entrevista coletiva.

Base titular

A tendência é que a base da formação titular seja a mesma que entrou em campo para enfrentar o Itabaiana, na quarta-feira, pela Copa do Nordeste. Se ocorrer alguma mudança, deve ser na lateral-esquerda e no ataque, pelo retorno com gol do ponta Iury Castilho, que deve iniciar a partida no lugar de Mateus Gonçalves, e o desgaste de Patric Calmon, evidente pela oscilação no desempenho, que se recuperou recentemente de lesão e tem alternado com Lucas Esteves na equipe titular.

No meio de campo, os volantes Rodrigo Andrade e Dudu e o camisa 10 Matheusinho, que vêm formando o trio titular, devem começar jogando, junto com os pontas Osvaldo, Iury Castilho (que retornou de contusão já balançando a rede) e o centroavante Alerrandro, no setor ofensivo. Na zaga, segue a dupla Camutanga e Wagner Leonardo, ambos titulares absolutos.

Peças recorrentes no segundo tempo dos jogos do Rubro-Negro, o meia Daniel Jr., o atacante Zé Hugo e o meia-atacante Luan estarão à disposição do técnico Léo Condé no banco de reservas. Enquanto o primeiro já marcou dois gols com a camisa do Vitória e Zé Hugo vem entrando e ajudando a equipe, desencantando com um tento contra o Itabaiana, Luan ainda busca mais minutos em campo para mostrar a sua qualidade, já provada em anos anteriores.

Reforços só no Nordestão

Por conta do período de inscrições no Campeonato Baiano, que já foi finalizado, os jogadores que chegaram na janela de transferências mais recente, como o centroavante Luiz Adriano, o volante Léo Naldi e o zagueiro Reynaldo, não podem atuar pela competição.

Já o meia Jean Mota, que estava no Inter de Miami e pode ser considerada a principal contratação do Rubro-Negro na janela, chega à Toca do Leão apenas na segunda-feira. Eles devem pintar entre os relacionados para as partidas da reta final do Nordestão.

De acordo com Condé, os treinos serão fundamentais para a decisão do momento de entrada dos reforços nas partidas e que cada um precisa buscar conquistar o seu espaço na equipe. “São jogadores que se destacaram nas suas equipes. O Reynaldo, o Léo Naldi, o Luan, o Luiz Adriano. Mas a ideia nesse início de ano era aproveitar a base e, naturalmente, cada um busca o seu espaço, assim como o Alerrandro já conquistou, o Willian”, completou o treinador.

exclamção leia também