30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Clube-Torcedor - 18/12/2023, 20:48 - Santiago Oliveira

De saída do Bahia, Bellintani cita capacidade de "distribuir afeto"

Gestor cita a relação do Esquadrão com os torcedores e quadro de sócios

Guilherme Bellintani de saída do Tricolor de Aço
Guilherme Bellintani de saída do Tricolor de Aço |  Foto: Maurícia da Matta / Divulgação

No evento que marca a despedida da gestão de Guilherme Bellintani e posse de Emerson Ferretti, na noite desta segunda-feira (18), na Arena Fonte Nova, Bellintani recorda evolução administrativa do Bahia e destaca feitos enquanto esteve à frente do clube nos últimos seis anos. Na ocasião, o gestor cita a relação do Esquadrão com os torcedores e quadro de sócios.

"Quantos sócios nós tínhamos em 2013? Sócios reais mesmo, praticamente zero. Quando eu Vitor chegamos aqui nós tínhamos 14 mil sócios, já foi um avanço. Hoje nós temos 52 ou 53 mil com esse plano maravilhoso, já lançado sob a gestão da SAF. Se temos essa quantidade de sócios hoje é porque fomos capazes de distribuir afeto ao longe deste período", destacou Bellintani.

Ainda no mesmo tema, Bellintani sinaliza as maneiras que encontrou para trazer o torcedor que não possui alta renda financeira para perto do time. "A Fonte Nova não é um estádio goumertizado. Se ainda não está acessível a todos, hoje o cara que ganha um salário mínimo pode pagar ao Bahia um 'Bermuda e Camiseta' [plano associativo popular do clube] e entrar aqui no estádio para assistir todos os jogos. Hoje o cara que ganha um salário mínimo pode comprar uma camisa torcedor porque temos uma marca própria de uniforme".

exclamção leia também