27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

"Pastor" deu a voz - 03/04/2024, 20:31 - Da Redação

Carrasco? Mateus Gonçalves ‘dá as cartas’ sobre jogos contra Bahia

Além do papo de carrasco, o atleta ainda falou sobre o sistema defensivo do time e comentou a sua virada de chave no Ba-Vi

Mateus Gonçalves em entrevista coletiva nesta quarta (3)
Mateus Gonçalves em entrevista coletiva nesta quarta (3) |  Foto: Victor Ferreira / EC Vitória

O atacante Mateus Gonçalves, figura marcante nos clássicos Ba-Vi desta temporada, bateu um papo com a imprensa nesta quarta-feira (3). O "pastor", como também é conhecido, ressalta que seu instinto goleador contra o Bahia faz parte do futebol e rejeita fama de carrasco.

"Não digo que carrasco. Mas algumas equipes que, inevitavelmente, acabam sendo suas maiores vítimas. E o Bahia é uma delas, tenho cinco gols marcados contra eles. Mas existem outras também, tenho dois gols marcados contra o Internacional. Eu não me intitulo como carrasco. São coisas do futebol. E seguir trabalhando. Não posso dizer que sou carrasco", refutou.

Assim como na vida, o futebol também prega suas peças. Expulso no Ba-Vi pela Copa do Nordeste, Mateus foi o herói do triunfo Rubro-negro sobre o Bahia na primeira partida da final do Campeonato Baiano e comentou a virada de chave no clássico.

"Eu penso que sim, um pouco de ansiedade. O futebol é muito lindo porque te dá oportunidade de dar a volta por cima muito rápido. Todos estamos sujeitos a falhas. E o mais importante é como vamos reagir. Sempre trabalhei muito, com pés no chão. Sabia que uma hora a colheita iria chegar. Vou tranquilo para esse jogo, cabeça tranquila. Não tenho que provar nada para ninguém. A minha expulsão foi fato isolado. Vai ser interessante estar no mesmo estádio para, mais uma vez, dar a volta por cima", projetou.

Veja também:

Árbitros baianos são convocados para treinos no Árbitros de Elite 2024

O atacante projeta a final na casa do adversário e classifica a defesa como o melhor trunfo da equipe. "Eu penso que sim. O nosso grupo é muito forte, principalmente nossa defesa, que está bem consolidada. Temos um gol de vantagem. E se a gente empata, nós somos campeões. Costumo dizer que é todo um grupo, não só a defesa. É um grupo coeso e confiante para fazer um excelente jogo", disse ele.

exclamção leia também