25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Passou vergonha - 28/10/2022, 21:24 - Rafael tiago

Bahia volta a vaciliar e frustração toma conta da nação tricolor

Esquadrão abre o placar, mas cede empate ao Guarani e não consegue confirmar acesso com Fonte Nova lotada

Tricolor teve diversa chances de matar o jogo, mas faltou competência
Tricolor teve diversa chances de matar o jogo, mas faltou competência |  Foto: Uendel Galter/Ag. A TARDE

por Jefferson Domingos

O sentimento de frustração tomou conta do torcedor do Bahia novamente, na noite desta sexta-feira (28). Em noite de recorde de público em jogos do clube na Arena Fonte Nova, com 48.464 pagantes, o Tricolor decepcionou pela segunda vez seguida dentro de casa, ao ficar no empate em 1 a 1 com o Guarani, em jogo da 37ª e penúltimo rodada da Série B, perdendo a oportunidade de confirmar o acesso para a Elite do futebol nacional.

Na busca de um triunfo simples, o Esquadrão começou bem e abriu o placar no início do primeiro tempo, com Lucas Mugni de pênalti. Durante quase toda a partida, o Bahia segurou o placar e sentiu o gostinho da Primeira Divisão. Contudo, sofreu um duro golpe no final. Aos 38, o árbitro marcou pênalti para o Bugre após a bola bater na mão de Miqueias. Na cobrança, Yuri Tanque marcou e acabou com a festa em Salvador.

Apesar da frustração, o Bahia está muito perto de subir. O ponto conquistado ontem deixou o time na terceira colocação, com 59 pontos. A equipe pode ser alcançada em pontos pelo Sport, que venceu o Operário em Recife. O Leão, no entanto, terá que tirar a diferença no saldo de gols que é alta a favor do Tricolor (13 a 6).

Na última rodada da Segundona, o Esquadrão visita o CRB, no domingo (6), às 18h30, no estádio Rei Pelé, em Maceió. O quarto colocado Vasco terá confronto direto contra quinto, o Ituano, em Itu.

No jogo de ontem, o Bahia teve um início arrasador e deu a entender que a noite seria mesmo de festa. O Tricolor abriu o placar aos nove minutos, com Lucas Mugni, de pênalti. Antes, a equipe já tinha desperdiçado uma oportunidade com Ignácio e Davó. Caio Vidal teve chance cara a cara, mas parou em defesa do goleiro Maurício Kozlinski.

Como não chegou ao segundo gol para ficar tranquilo, o Esquadrão passou a sofrer com a perigosa equipe do Guarani, que tem a quarta melhor campanha do returno da Segundona e passou a criar perigo.

Mas o Bahia contou com um Mateus Claus inspirado para fechar o gol. No segundo tempo, o arqueiro tricolor fez defesa monumental em cabeçada de João Victor, quase da pequena área.

Imagem ilustrativa da imagem Bahia volta a vaciliar e frustração toma conta da nação tricolor
Foto: Uendel Galter/Ag. A TARDE

FICHA TÉCNICA

Bahia x Guarani - Série B do Brasileirão (37ª rodada)

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA);

Gols: Lucas Mugni, aos 9 minutos do 1° tempo (BAH); Yuri, aos 39 minutos do 2° tempo (GUA);

Cartão amarelo: Marcinho (BAH); Giovanni Augusto, Madison (GUA);

Público: 48.464 pagantes;

Renda: R$ 1.463.374,00;

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (GO), auxiliado por Bruno Raphael Pires (GO) e Bruno Boschilia (PR);

VAR: Wagner Reway (PB).

Bahia: Mateus Claus, Marcinho, Ignácio, Luiz Otávio e Luiz Henrique (Matheus Bahia); Patrick, Mugni e Ricardo Goulart (Rezende); Caio Vidal (Raí), Jacaré (Miqueias) e Davó (Ytalo). Técnico: Eduardo Barroca.

Guarani: Kozlinski; Ivan (Ludke), João Victor, Derlan e Jamerson; Leandro Vilela, Rodrigo Andrade (Madison), Giovanni Augusto (Yuri), Isaque (Edson Carioca) e Yago (Bruno José); Jenison. Técnico: Mozart Santos.

exclamção leia também