29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Final do Baianão - 31/03/2024, 07:00 - Pedro Carreiro*

Bahia adota 'modo posturado' para superar clima hostil no Barradão

Na busca por ‘era de hegemonia’, Triciolor quer quebrar jejum de 4 anos na campo do Leão pra ficar perto do título

Rogério Ceni e Everton Ribeiro querem iniciar era de sucesso do Baêa pelo Estadual
Rogério Ceni e Everton Ribeiro querem iniciar era de sucesso do Baêa pelo Estadual |  Foto: Leitícia Martins / EC Bahia

Na missão de consolidar de vez a força do projeto do Grupo City, o Bahia quer conquistar o bicampeonato estadual. Para isso, vai ter que ir em território hostil, o Barradão, encarar o Vitória neste domingo (31), às 16h, no jogo que abre às finais do Campeonato Baiano. Mesmo jogando na casa do grande rival e com torcida única, o Esquadrão vai com tudo para tentar largar à frente na decisão.

Embora jogue a partida que vai decidir quem leva a taça do Baianão na Fonte Nova, no dia 7 de abril, o Tricolor já quer abrir uma certa vantagem logo no jogo de ida. Por isso, o time vem treinando forte durante toda semana e até preservou o time principal e mandou o sub-20 para enfrentar o Botafogo-PB, no meio da semana, pela Copa do Nordeste.

“A gente tem trabalhado bastante durante essa semana, o professor Rogério ajustou algumas coisas. O grupo está 100% focado para esse jogo, é o jogo das nossas vidas. Então, acho que vamos disputar o clássico como um clássico deve ser jogado se deve, 100% focado”, garantiu Rezende ontem, em entrevista coletiva na Cidade Tricolor.

Porém, conseguir sair do Barradão com um resultado positivo vai ser “barril”. Além do Vitória está invicto no estádio desde junho de 2023, a última vez que o Tricolor venceu lá foi em 2020, no auge da pandemia. Com torcida, o último triunfo veio em 2018, no jogo de volta da final do estadual daquele ano.

Ciente do clima hostil que irá enfrentar amanhã, o volante tricolor alertou sobre a qualidade do adversário e cobrou mais vontade da equipe, para que a derrota por 3 a 2 no primeiro Ba-Vi não volte a se repetir.

“A gente sabe que vai ser um jogo muito difícil. A gente sabe da competitividade do Vitória, é um time muito qualificado. A gente tem que levar de lição o que a gente fez na Fonte Nova, o nosso nível de entrega, nosso nível de concentração. É assim que se joga um clássico. A gente tem que disputar o máximo, igualar na vontade com os caras para não ser surpreendido”, explicou Rezende.

FICHA TÉCNICA

Vitória x Bahia - Campeonato Baiano - 1º jogo da final

Local: Barradão, em Salvador;
Data e horário: domingo (31), às 16h;
Árbitro: Bruno Pereira Vasconcelos
Assistentes: Luanderson Lima e Alessandro Matos

Vitória: Lucas Arcanjo; Zeca, Camutanga, Wagner Leonardo e Patric Calmon; Willian Oliveira (Mateus Gonçalves), Dudu, Rodrigo Andrade e Matheusinho; Osvaldo e Alerrandro. Técnico: Léo Condé.

Bahia: Marcos Felipe; Arias, Kanu, Cuesta e Rezende; Caio Alexandre, Jean Lucas, Everton Ribeiro e Cauly; Thaciano e Ademir (Luciano Juba). Técnico: Rogério Ceni.

*Sob a supervisão do editor Jefferson Domingos

exclamção leia também