26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

ESPORTE - 13/06/2023, 11:35 - Rafael tiago

Amistoso Espanha-Brasil contra o racismo será em março de 2024

Jogo foi anunciado após Vinicius Júnior ser vítima de racismo na Espanha

Vini Jr foi vítima de racismo em LaLiga
Vini Jr foi vítima de racismo em LaLiga |  Foto: Lucas Figueiredo/ CBF

Espanha e Brasil anunciaram nesta terça-feira (13) que o amistoso "contra o racismo" entre as seleções dos países, anunciado depois dos insultos recebidos por Vinícius Júnior, será disputado em março no estádio Santiago Bernabéu, em Madri.

"Quero anunciar que a partida contra o racismo entre Espanha e Brasil será no Santiago Bernabéu", afirmou o presidente da Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, em uma entrevista coletiva ao lado do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

"É um cenário ideal para um jogo entre duas das melhores seleções do mundo", acrescentou Rubiales.

A partida, que pretende conscientizar os torcedores contra o racismo, foi anunciado na semana passada, depois das ofensas sofridas por Vini Jr., atacante do Real Madrid.

"Qualquer tipo de discriminação e racismo não tem espaço no futebol", disse Ednaldo Rodrigues.

Rubiales explicou que o amistoso será disputado no mês anunciado, se a Espanha garantir a classificação antecipada para a Eurocopa 2024. Caso contrário, o período pode ser reservado para as partidas de repescagem.

No dia 21 de maio, Vini Jr voltou a ser alvo de ofensas racistas durante a partida entre Real Madrid e Valencia, que motivaram uma onda de apoio ao jogador.

Na semana passada, a Comissão Antiviolência da Espanha propôs multas e a proibição de acesso aos estádios para vários torcedores identificados como os autores dos comportamentos racistas contra Vinícius.

Além disso, as quatro pessoas acusadas de pendurar um boneco de Vinícius Júnior em uma ponte de Madri, horas antes do clássico da Copa do Rei contra o Atlético de Madrid em janeiro, serão multadas e não poderão entrar nos estádios por dois anos, anunciou o Conselho Superior de Esportes.

exclamção leia também