30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Explicou-se - 20/12/2023, 07:56 - Redação- Atualizado em 20/12/2023, 09:23

Amiga de Marcelinho fala em "vídeo fake" e alega ser solteira

Tais Oliveira explicou situação envolvendo ela e o ex-meia do Corinthians, sequestrados juntos no domingo (18)

Marcelinho e Tais ficaram sob poder dos sequestradores
Marcelinho e Tais ficaram sob poder dos sequestradores |  Foto: Reprodução

Tais Oliveira, a mulher que estava com Marcelinho Carioca no caso do sequestro ocorrido no domingo (18), reforçou o discurso do ex-meia corintiano de que não há nenhum tipo de relação extra-conjugal ou amorosa entre eles. Ela alegou, inclusive, que nem está mais casada com seu marido, ainda não oficialmente ex-marido apenas pela espera do divórcio.

"Eu não tenho nenhum relacionamento com o Marcelinho. Nunca tive. A nossa relação é de amizade mesmo. Eu estou separada do Márcio. A gente mora em casas separadas, não estamos convivendo, apesar que ainda não saiu o divórcio. A gente continua no papel ainda casados", explicou Tais em entrevista ao g1.

De acordo com a amiga de Marcelinho, os sequestradores tiveram a ideia de forjar aquele vídeo em que era revelado o suposto caso deles, na intenção de colocar o crime 'na conta' de Márcio Moreira, o ex-marido dela.

"O helicóptero começou a sobrevoar e eles começaram a se desesperar e falando que 'moio para eles', que a casa caiu. Receberam um áudio de uma pessoa falando que era para fazer um vídeo fake, porque se a casa deles caiu, que a nossa tinha que cair também. Então, que era para inventar uma história do marido que sequestrou, que saiu com mulher casada. Uma pessoa ficou atrás segurando a coberta e outra ficou apontando a arma". detalhou.

Ex-marido de Tais sofre nas redes

Márcio, inclusive, também conversou com a reportagem e falou sobre as ofensas que recebeu nas redes sociais devido ao vídeo de Tais e Marcelinho, que atribuía a ele o sequestro.

"Quando eu publiquei a foto dela, mais ou menos umas 11h30, começou a chover [comentários]. Parece que em questão de instantes minha vida virou do avesso. Foi quando descobriu que ela estava no cativeiro e começou o pessoal mandando mensagem, inclusive pessoas me xingando. Pessoas que eu nem conheço. Foi um transtorno pra mim total", desabafou.

Reforçando não ter ligação alguma com o crime, Márcio disse que os policiais envolvidos na investigação do caso tiveram bom tratamento com ele. Além disso, ele diz que pessoas próximas que o conhecem sabiam que ele não era responsável pelo sequestro, mesmo com a divulgação do vídeo e fortes julgamentos na web.

"Pensa numa situação difícil que eu fiquei. Quando a gente anda com a verdade, a verdade é uma coisa poderosa, que quando você é verdadeiro você não tem que temer nada. A gente sabe a minha índole. Aqui na cidade onde eu moro eu fui abraçado de uma forma inexplicável, porque ninguém apoia pessoas do mal, ninguém apoia bandido, e eles sabendo da minha índole fui superbem tratado nas delegacias. Já sabiam que eu não tinha nada a ver", destaca.

Marcelinho Carioca e Tais Oliveira foram resgatados do cativeiro em uma residência no município de Itaquaquecetuba, interior de SP, no início da tarde de segunda-feira (18). Quatro suspeitos já foram presos pelo sequestro e dois ainda são procurados.

O ídolo do Corinthians alega que esteve no show de Thiaguinho na Neo Química Arena, estádio do Timão, e depois ido até a casa da amiga Tais para entregar ingressos que ele tinha para outra apresentação do cantor, que seria na tarde do mesmo domingo.

exclamção leia também