29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

"Deus me livre não ser Vitória" - 29/03/2023, 14:14 - Da Redação

Alan Santos se posiciona após polêmica com patente: "É uma mentira"

Zagueiro afirmou que não pretende proibir o Vitória de lançar a camisa

Zagueiro afirmou que não pretende proibir o Vitória de lançar a camisa
Zagueiro afirmou que não pretende proibir o Vitória de lançar a camisa |  Foto: Pietro Carpi/EC Vitória

Uma polêmica envolvendo o zagueiro Alan Santos e o Vitória tem repercutido nesta semana. O defensor, que já defendeu a camisa do Rubro-Negro, teria acionado a Justiça com um pedido de registro da frase "Deus Me Livre Não Ser Vitória" em novembro de 2022. Com isso, a marca só poderia ser dialogada comercialmente em produtos sob autoria de Alan ou de empresas que paguem royalties ao atleta, de 31 anos.

No entanto, após os boatos se espalharem nas redes sociais, o atleta publicou um vídeo em que afirma não proibir o Leão de utilizar a frase.

"Quando eu fiz essa patente dessa frase, no registro de marcas, o meu intuito não foi colocar o Vitória na Justiça, até porque foi registrado em novembro e eu não fiz isso. Quem colocou talvez tenha o intuito de desconstruir uma imagem que eu trabalhei muito para construir no ano passado, com resultado, muito trabalho e suor", afirmou Alan Santos", iniciou.

"A minha ideia de criar essa marca, essa patente, era se eu permanecesse no Vitória. Quando eu não fiquei no Vitória, eu achei que eu iria ficar, isso caiu por terra, foi lançada a minha ideia toda no esgoto, isso veio ao fim pra mim. Não tive o intuito de criar ela para fazer com que o Vitória fosse prejudicado. Eu não estou proibindo o Vitória de não fazer o lançamento do novo uniforme, isso é uma mentira (...)", disse o zagueiro, que defende o Guarani atualmente.

Além disso, Alan contou que ele e sua família tem sofrido ataques constantemente. "Eu tenho sofrido retaliações com minha família. As pessoas vem aqui me ameaçar, não só a mim, mas também à minha família".

O atleta não afirmou se a patente será concedida ao clube ou não. Apesar da situação, a camisa já foi confeccionada com a frase.

exclamção leia também