26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Esporte

Foi-se - 21/08/2023, 12:23 - João Grassi

Acusado de agressão sexual, jovem atacante deixa o Manchester United

Mason Greenwood teve acusações retiradas pela ex-namorada, mas decidiu pela saída junto com o clube inglês

Mason Greenwood deixou o Manchester United
Mason Greenwood deixou o Manchester United |  Foto: Paul Ellis /AFP

O atacante Mason Greenwood está fora do Manchester United. Após uma investigação interna de seis meses, o clube inglês decidiu, em conjunto com o próprio jogador, que seria mais apropriado que ele retomasse sua carreira em outra equipe.

O United iniciou esse processo de investigação após serem retiradas as acusações contra Greenwood de tentativa de estupro, comportamento controlador e agressão ocasionando danos corporais reais. O atacante de 21 anos, que tem contrato até 2025 com os Red Devils, negou todas as acusações.

Leia mais

Premier League: Jogador inglês volta a prisão por pagamento de fiança

Acusado de estupro, jogador do Manchester United pode voltar a jogar

Greenwood havia sido preso em janeiro do ano passado, depois de ser acusado pela modelo e ex-namorada Harriet Robson de agressão e violência sexual. Ele foi interrogado durante dois dias e liberado depois de pagar fiança. Ele seria julgado em novembro deste ano.

No entanto, em fevereiro deste ano, o atleta teve todas as acusações contra ele retiradas pela promotoria, de acordo com a polícia de Manchester. Pouco depois, o United se manifestou sobre o caso e garantiu que conduziria o seu próprio processo antes de

Confira nota oficial do Manchester United:

"Nosso processo começou em fevereiro de 2023, após todas as acusações contra Mason terem sido retiradas. Ao longo de tudo, levamos em consideração os desejos, direitos e perspectivas da suposta vítima, juntamente com os padrões e valores do clube, e buscamos coletar o máximo de informações e contexto possível. Isso nos obrigou a proceder com sensibilidade e cuidado para obter evidências que não sejam de domínio público, inclusive daqueles com conhecimento direto do caso.

Com base nas evidências disponíveis para nós, concluímos que o material postado online não forneceu uma imagem completa e que Mason não cometeu os crimes pelos quais foi originalmente acusado. Dito isso, como Mason reconhece publicamente hoje, ele cometeu erros pelos quais está assumindo a responsabilidade.

Todos os envolvidos, incluindo Mason, reconhecem as dificuldades para ele recomeçar sua carreira no Manchester United. Portanto, foi mutuamente acordado que seria mais apropriado para ele fazê-lo longe de Old Trafford, e agora trabalharemos com Mason para alcançar esse resultado."

exclamção leia também