28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Entretenimento

Brasil no Oscar - 06/09/2023, 18:41 - Larissa Falcão

Veja quais filmes nacionais podem representar o Brasil no Oscar 2024

Seis longas-metragens foram pré-selecionados pela Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais

Desses seis, apenas um será escolhido para disputar uma vaga nos indicados do Oscar 2024
Desses seis, apenas um será escolhido para disputar uma vaga nos indicados do Oscar 2024 |  Foto: Reprodução/Internet

A Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais anunciou nesta terça-feira (5) os seis longas-metragens que foram pré-selecionados para disputar uma vaga na categoria de Melhor Filme Internacional no Oscar 2024. O evento é a maior premiação do cinema mundial.

Dentre os seis pré-selecionados, estão: 'Retratos Fantasmas', de Kleber Mendonça Filho; 'Estranho Caminho', de Guto Parente; 'Noites Alienígenas', de Sérgio de Carvalho; 'Nosso Sonho: A História de Claudinho e Buchecha', de Eduardo Albergaria; 'Pedágio', de Carolina Markowicz; e 'Urubus', de Claudio Borrelli.

Na próxima terça-feira (12), será escolhido qual dessas produções cinematográficas irão tentar representar o Brasil por uma vaga nos indicados ao Oscar. O Brasil não é representado no Oscar desde 1999, quando o longa 'Central do Brasil', de Walter Sales, estrelado por Fernanda Montenegro, chegou a ser indicado, mas não levou a premiação.

Confira as sinopses dos pré-selecionados, e onde assisti-los:

Retratos Fantasmas (Kleber Mendonça Filho)

O filme mostra a história do centro da cidade de Recife, contada a partir das salas de cinema do século XX, que movimentavam a população e ditavam comportamentos. Com a passagem do tempo, as ruínas dos grandes cinemas revelam algumas verdades sobre a vida em sociedade. O filme está em exibição em cinemas de todo o Brasil.

Estranho Caminho (Guto Parente)

Premiado como Melhor Filme no Festival de Cinema de Tribeca 2023, o filme conta a trajetória do jovem cineasta David, que ao visitar sua cidade natal, Fortaleza, é surpreendido pelo rápido avanço da pandemia de Covid-19 e se vê obrigado a procurar o pai, Geraldo, com quem não fala ou tem notícias há mais de dez anos. Ainda não há previsão de estreia.

Noites Alienígenas (Sérgio de Carvalho)

O longa traz a história de três amigos de infância que se reencontram na cidade de Rio Branco, no Acre, em um trágico contexto, onde se surpreendem com a violência com a chegada das facções criminosas do sudeste do Brasil para a Amazônia. O filme está disponível na Netflix.

Nosso Sonho: A História de Claudinho e Buchecha (Eduardo Albergaria)

Um filme que mostra como o ritmo e a poesia da periferia conquistaram o Brasil. Baseado em fatos reais, repleto de fantasias, que conta a história da dupla Claudinho e Buchecha, que emplacaram hits do funk brasileiro da década de 90, por todo o país. Um musical, emocionante e divertido, feito de drama e tragédias, mas também de humor, surpresas e redenção. Estreia no próximo dia 21/09, em cinemas de todo o país.

Pedágio (Carolina Markowicz)

O longa de ficção retrata a opressão e violência sofrida pela população LGBTQIA+, diante das incoerências e atrocidades promovidas, de forma mais explícita nos últimos anos, por alguns setores da sociedade. Ainda não há previsão de estreia.

Urubus (Claudio Borrelli)

Em São Paulo, onde a pichação cobre mais muros e prédios do que qualquer outro lugar no planeta, Trinchas comanda um grupo de pichadores que escala os edifícios mais altos para deixar sua marca. Quando Trinchas conhece Valéria, uma estudante de arte, seus mundos colidem, resultando na invasão da 28ª Bienal de São Paulo. A partir de então, a pichação ocupa seu lugar no mundo da arte e o bando de jovens invisíveis de periferia se transforma em protagonista de um polêmico debate cultural. O longa está disponível para aluguel no Apple TV e Google Play.

exclamção leia também