31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Entretenimento

Falou e disse! - 06/12/2023, 20:59 - Louise Batista- Atualizado em 07/12/2023, 02:03

“Nem sempre faz bem”, dispara Xanddy sobre pagode proibidão

A declaração do cantor aconteceu durante entrevista em uma rádio de Salvador

Declaração de Xanddy aconteceu nesta quarta-feira em uma entrevista de rádio
Declaração de Xanddy aconteceu nesta quarta-feira em uma entrevista de rádio |  Foto: Divulgação

Conhecido por ter um repertório cuidadoso em shows, Xanddy Harmonia revelou, ao ser questionado sobre as músicas atuais de pagode, que toma cuidado ao escolher as canções para o repertório. A declaração foi dada, nesta quarta-feira (06), durante entrevista na rádio Salvador FM.

“Particularmente eu, e é uma opinião minha, eu sempre procuro analisar o contexto geral. E eu sei que muitas coisas nem sempre faz bem. Então, muito do que a gente faz, do que a gente fala, do que a gente toca, isso traz uma consequência. Ela pode ser positiva ou negativa. Então eu sempre tenho cuidado na vida, na minha vida pessoal e na carreira, de fazer coisas que jamais sequer corro o risco de atravessar essa linha”.

Imagem ilustrativa da imagem “Nem sempre faz bem”, dispara Xanddy sobre pagode proibidão
Foto: Reprodução Internet

Ainda sobre a questão das músicas de pagode consideradas ‘proibidão’, Xanddy falou que teve colegas que afirmaram que “não tem autonomia” na hora da escolha das músicas que irão compor o repertório.

“Eu tenho muitos amigos que fazem o som e que cantam proibidão, e muitos deles falam: cara, às vezes a gente não tem autonomia pra dizer o que a gente quer cantar, isso é muito difícil. Isso eu escuto de alguns deles, porque tem um bastidor aí também, que às vezes a galera só olha o cantor, mas às vezes não entende o que tá envolvido por trás dos bastidores, né? Que às vezes tem todo um bastidor que entende que o mercado consome mais isso, que quer mais isso e tal.”

exclamção leia também