26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Entretenimento

Deu Ruim! - 25/01/2023, 17:11 - Tabitha Gomes

Juliana Bonde faz show sob ameaça de prisão no Pará

Cantora aguçou a fúria do prefeito de Portel após se recusar a subir no palco por conta de atraso

Juliana Bonde levou aquele puxão de orelha do prefeito de Portel
Juliana Bonde levou aquele puxão de orelha do prefeito de Portel |  Foto: Reprodução

Uma polêmica daquelas envolvendo a banda Bonde do Forró e a vocalista Juliana Bonde está causando alvoroço nas redes sociais nesta quarta-feira (25). A treta começou quando o grupo informou ao prefeito de Portel, no Pará, que não iria se apresentar na festa de aniversário da cidade. O motivo seria por conta do atraso da produção do evento com horário que havia sido estipulado.

O prefeito da cidade, Paulo Ferreira (MDB), ficou 'pistola' quando recebeu a informação, que caiu como uma verdadeira bomba em seu colo, já que o povo de Portel esperava ansiosamente pela atração. Paulo Ferreira que aparentava estar surtado, não pensou duas vezes, e subiu no palco exigindo a apresentação de Juliana Bonde e sua banda.

A situação pegou fogo quando o prefeito pediu para que acionassem a Guarda Munipal, Polícia Civil e Militar para trazer a banda e solucionar o problema. Ao falar com público, ele explicou a situação e xingou os integrantes da banda, chamado de vagabundos e afirmando que vieram da “casa do car*lho”.

Paulo pontuou que independentemente do atraso, era obrigação deles fazer a apresentação ao público que aguardava pelo show. Sem lero-lero, o prefeito ainda pediu para que as autoridades locais impedissem a saída da banda do hotel e fizessem eles chegarem ao local do evento.

“É o seguinte: a banda Bonde do Forró está dizendo que não quer cantar porque extrapolou o horário que estava previsto. Então pessoal, isso é uma palhaçada dessa banda que vem lá da casa do car*lho pra fazer graça aqui em Portel. Eles vão ter que voltar e cantar aqui, senão nós vamos ter que interditar ali o hotel e eles não vão sair”, disparou.

“Eu vou mandar a Polícia Civil prender eles aí, porque isso é uma extorsão contra a população. Querendo fazer graça aqui em Portel? Está dentro do horário, teve programação nossa, e se teve erro algum erro… Mas eles tem que vim cantar meia hora, uma hora, duas horas, mas tem que vim aqui sim”, pediu o prefeito, que voltou a ameaçar a chamar a Polícia para a banda.

“Eu queria que a Polícia viesse pra cá, a Guarda Municipal, e prender esses vagabundos que estão aí no hotel e não querem cantar. Ninguém está aqui pra brincar, nós trouxemos esses caras pra cá pra apresentar o show deles. Ninguém vai arredar o pé se essa banda não vier cantar aqui pra nós”, concluiu, indignado.

Com toda a confusão, puxão de orelha, xingamento e ameaças de prisão por parte do prefeito da cidade, Juliana Bonde e sua banda subiram ao palco praticamente obrigados para a apresentação, que de acordo com internautas, durou bem menos do havia sido programado.

“Fizeram uma grande propaganda da Juliana Bonde com o Bonde do Forró para a festa de aniversário de Portel ontem, e na hora os bonitos não queriam se apresentar porque a programação atrasou. O prefeito precisou brigar no palco na frente de todo o público para poder a banda cantar”, explicou uma internauta.

exclamção leia também