28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Sabendo Com Vini

Som da comunidade! - 20/03/2024, 20:00 - Vinicius Viana- Atualizado em 20/03/2024, 20:12

"Abri as portas para o Trap na TV baiana", afirma Fábio Silva

Apresentador e repórter fala sobre como impulsionou o segmento na Bahia

Fábio Silva e Filipe Ret
Fábio Silva e Filipe Ret |  Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Uma das grandes revelações do jornalismo baiano, o apresentador e repórter Fábio Silva foi o primeiro comunicador na Bahia a dar espaço ao trap na TV aberta. Em uma entrevista exclusiva à coluna Sabendo Com Vini, no Portal MASSA!, ele afirmou que por trás do espaço dado existia o desejo de fazer com que a sociedade olhasse com bons olhos para o estilo musical, que estava permitindo jovens da comunidade a sonharem com uma realidade melhor.

"Quando comecei a gravar os eventos de trap, ninguém valorizava e nem dava importância. Os primeiros eventos eram no subúrbio ferroviário, Paripe, Periperi e Estação Hall. Depois, participei de outros eventos do segmento, pois acreditava que aquele estilo de música, que sofria muito preconceito, deveria ser visto e valorizado pela imprensa local", iniciou Fábio Silva, que já entrevistou Oruam, Filipe Ret, Mc Maneirinho, TZ da Coronel, Veigh e entre outros.

Para reforçar seu compromisso em desconstruir preconceitos, o apresentador afirmou que deu visibilidade ao segmento sem pedir nada em troca. "Lembro que ia para os eventos e ficava até o amanhecer sem ganhar nenhuma remuneração e com fome até o amanhecer. Porém, acredito que meu maior motor era continuar acreditando no segmento de trap", revelou.

Apresentador em ação com o microfone com Maneirinho e Hungria
Apresentador em ação com o microfone com Maneirinho e Hungria | Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Por fim, Fábio contou detalhes de como o trap ganhou espaço na TV aberta da Bahia, influenciando outras emissoras e veículos de comunicação impresso e online a falarem sobre a potência do segmento nas comunidades.

"Fui o primeiro a levar o segmento musical para televisão baiana, primeiro com o Programa Estação Bala e depois Brasil Urgente - TV Band, com o apoio dos apresentadores que sempre foram sensíveis à causa e me apoiaram. Fico feliz em ser reconhecido como o comunicador que valorizou e abriu as portas para o trap na Bahia. Porém, acredito que precisamos ser mais valorizados por todos que estão por trás deste segmento, que valoriza muito pouco a imprensa baiana nas coberturas", concluiu.

exclamção leia também