28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Boca no Trombone

Perrengue nosso de cada dia - 09/11/2022, 09:34 - Rafael tiago- Atualizado em 09/11/2022, 10:49

Pegar buzu de manhã na Suburbana é uma missão quase impossível

Ônibus superlotados e poucas opções de linhas forçam população do Subúrbio Ferroviário a comer o 'pão que o diabo amassou' pra chegar ao trabalho

É quase impossível conseguir se mexer dentro do buzão
É quase impossível conseguir se mexer dentro do buzão |  Foto: Divulgação

“Tá levando vaca, motô?”. “Se fosse sua mãe, eu queria ver você tentar botar mais gente aqui”. “Mais gente aqui dentro só se for na cabeça dele”. Quem é da suburbana e precisa pegar o buzão de manhã cedo conhece bem esses gritos de socorro e os desabafos com os motoristas, cobradores e fiscais de ponto da prefeitura.

Ôh véi, na moral, não adianta passar a roupa, ficar engomadinho. Aquele seu ‘212’ sacaninha do rolê vira um cecê da Boticário rapidinho. ‘Exquece!’.

Quem é da quebrada tá ligado que os buzus que vêm de Paripe e Periperi já chegam em Itacaranha lotados. Mas ainda assim dá pra entrar, mesmo que com certa dificuldade. Mas é chegar no Luso, em Plataforma, que o bicho começa a pegar.

A essa altura não cabe nem mais uma mosca no buzão, mas sempre tem um fiscal desalmado – me perdoe, brother, sei que é seu trabalho - que manda o ‘motô’ parar e faz a galera entrar. Irmão, é um tal de murchar barriga daqui, ponta de pé ali. É quase uma brincadeira de ‘estátua’, porque do jeito que você entra, você fica até, no mínimo, o Iguatemi. Não vou nem falar do ponto do Lobato, porque lá não é coisa de Deus.

Aí você, que não tá ligado nas paradas, que é lá da zona norte de Salvador, deve se perguntar: "então porquê não espera o próximo buzu?". Irmão, se ligue! Não tem próximo tão cedo. O que vem depois vem mais cheio ainda, capaz de você ter que ir de 'morcegão' no teto. Além disso, com certeza, vai chegar atrasado no trampo e tomar aquele velho escalde do chefinho.

E ao chegar no destino e descer do ônibus, a única frase que me vem na cabeça e faz mais sentido do que em qualquer outra situação é: “favela venceu!”.

Ô Bruninho 'Kings', na moral, reforça essa frota de buzu aqui do Subúrbio e pede um pouco mais de compaixão aos fiscais. “Nós é pobre, mas é limpinho”, como diria um certo sábio das ruas.

Atrasos

Já que estamos falando de buzu, sigamos. Véi, vou pedir aqui, na humildade, na humildade mesmo, que os motoristas da linha Terezinha/Pituba sejam mais pontuais. O buzu das 5h50 só passa 6h15 agora. Aí complica, pow. Meu chefe nem acredita mais em mim quando digo que foi o 'motô' que atrasou minha vida. Vamos fazer uma forcinha, na moral.

exclamção leia também