28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Quem será que leva? - 10/08/2023, 06:20 - Maria Laura S. de Souza

Startup lança desafio sustentável entre ONGs em Salvador

A ação vai até o dia 31, e toda população pode participar se cadastrando no aplicativo da so+ma

Para participar da competição, a instituição precisa atingir um mínimo de 100kg de materiais recicláveis, e cada novo cadastro gera um quilo de volume adicional
Para participar da competição, a instituição precisa atingir um mínimo de 100kg de materiais recicláveis, e cada novo cadastro gera um quilo de volume adicional |  Foto: Divulgação

A So+ma, startup de tecnologia e ESG, lançou o primeiro desafio sustentável entre ONGs em Salvador. A ação visa coletar materiais recicláveis limpos e trocar por créditos e benefícios para as ONGs cadastradas no projeto. A ação vai até o dia 31, e toda população pode participar se cadastrando no aplicativo da so+ma e entregando o material reciclado em qualquer casa so+ma na cidade.

Entregando os recicláveis, a instituição acumula pontos e poderá trocá-los por benefícios como alimentos, itens de higiene, cursos, descontos no comércio, entre outros. De acordo com Tatiana Leonelli, diretora de Operações e BackOffice da so+ma, o objetivo é que mais voluntários contribuam com o volume de resíduos, e as Instituições possam ter mais pontos.

“Qualquer pessoa pode contribuir com resíduos em nome de uma instituição. Basta levá-los até uma casa de preferência e entregar para a atendente em nome da instituição. Outra possibilidade é se cadastrar no programa”, explica.

Para participar da competição, a instituição precisa atingir um mínimo de 100kg de materiais recicláveis, e cada novo cadastro gera um quilo de volume adicional. Além dos pontos acumulados pelos recicláveis, as três organizações com mais volume entregue terão pontos extras como recompensa. “A premiação para o primeiro lugar será de 50 mil pontos, segundo lugar de 30 mil pontos e terceiro lugar de 15 mil pontos”, conta a diretora.

Imagem ilustrativa da imagem Startup lança desafio sustentável entre ONGs em Salvador
Foto: Divulgação

Os pontos podem ser trocados por benefícios de forma física ou digital. De acordo com Tatiana, o resgate físico é realizado em uma casa so+ma, onde podem ser retirados os alimentos e itens de higiene. “Já o resgate digital é feito em nosso APP so+ma vantagens, onde é possível resgatar cursos de capacitação, descontos em bares e restaurantes locais, entre outros benefícios”, informa.

A pontuação de cada benefício disponível pode ser consultada no aplicativo da so+ma, a tabela de pontos varia de acordo com o item desejado. “Temos benefícios digitais a partir de 50 pontos e benefícios físicos a partir de 243 pontos”, afirma Tatiana.

Ela explica também que todo resíduo coletado é encaminhado para uma das cooperativas parceiras da empresa, que realizam a venda desse material para a indústria, devolvendo- o para cadeia produtiva. “Toda receita gerada com este resíduo fica para as cooperativas”, completa.

A ação também é parte da comemoração do Dia Nacional do Voluntariado, celebrado no dia 28 de agosto. O programa já está presente em 6 cidades e conta com mais de 3 milhões de resíduos coletados. Para a diretora, a ação também busca trazer visibilidade para as ONGs. “Participando da ação, o Soteropolitano estará ajudando não só o meio ambiente como as cooperativas que vivem da renda gerada pelo material recebido, contribuindo assim com o social”, conclui.

Imagem ilustrativa da imagem Startup lança desafio sustentável entre ONGs em Salvador
Foto: Divulgação

Podem participar do Desafio de ONGs as instituições que já estão cadastradas no programa so+ma vantagens. De acordo com Tatiana, a ação já conta com 12 cadastros. “A Associação Arte Sem Fronteiras (AASF); Associação Cultura Mística Iuna; Capoeira Regional da Bahia (ACMI); Associação Pássaro das Águas; Clube das Mães do Conjunto Vila Verde; Associação Educativa Cultural Arte e Geração; Associação Abraço a Microcefalia; Associação João de Deus; Associação de Microcefalia e Acolhimento com Empatia; Associação Baiana de Deficientes Físicos (Abadef); Associação de Mães, Pais e Amigos de Extraordinários (Amape); Casa do Caminho; e Unidos Pela Solidariedade (UP)”, relata.

Em Salvador, as casas ficam nos locais: Espaço Wilson Son´s (Avenida Engenheiro Pontes, 97); Cajazeiras (Campo da Pronaica); Iguatemi/Big Bom Preço (Av. Antônio Carlos Magalhães, 3650); Imbuí (Praça do Imbuí - Av. Jorge Amado); Mussurunga/Assaí (R. Prof. Plínio Garcez de Sena, 1240); Patamares (Av. Ibirapitanga, Patamares - Em frente à Escola Pan Americana da Bahia, ao lado da parada de ônibus); Peri Peri (Praça da Revolução); Pilar (Rua do Pilar, Comércio); Pituba (Praça Ana Lucia Magalhães); Ribeira (Largo do Papagaio); Rio Vermelho (Vila Caramuru - Praça Caramuru, 2); Stella Maris (Praça de Stella Maris, Alameda Praia de Guaratuba, s/n).

exclamção leia também