31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Segurança no mar - 24/12/2022, 10:47 - Da Redação

Salvamar inicia operação Verão e reforça equipes em praias de Salvador

Equipes vão atuar na faixa de areia que compreende do Jardim de Alah até Ipitanga

Agentes da Salvamar na praia
Agentes da Salvamar na praia |  Foto: Bruno Concha/Secom

O verão chegou com tudo em Salvador e a Coordenação de Salvamento Marítimo (Salvamar) ampliou o efetivo nas praias da cidade, com os novos agentes aprovados no último concurso, promovido pela Prefeitura. Eles vão atuar na faixa de areia que compreende do Jardim de Alah até Ipitanga, área que conta com a cobertura do órgão.

Aos 29 anos, o salva-vidas André Conceição contou que a expectativa é bastante alta para começar a atuar. “Passei por um treinamento para estar totalmente preparado para o verão, quando os turistas e cidadãos estão mais presentes nas praias. Pretendo servir da melhor forma, atendendo às demandas da população".

Também iniciando na função, Cleiton Santiago, de 34 anos, diz que a expectativa é a melhor possível. “Depois do treinamento de quase dois meses, tanto de praia como de piscina, e também primeiros socorros, estou pronto para realizar um trabalho de excelência, capacitado e treinado para os salvamentos”.

Para o coordenador da Salvamar, Kailane Dantas, a chegada dos 15 novos servidores é essencial para a cidade. “A gente consegue trazer para os cidadãos uma segurança melhor nas praias. Todos passaram dois meses em preparação, trabalhando todos os finais de semana, para que estivessem aptos para atuar junto com os demais agentes”.

Imagem ilustrativa da imagem Salvamar inicia operação Verão e reforça equipes em praias de Salvador
Foto: Bruno Concha/Secom

Cuidados nas praias

Dantas faz questão de destacar a necessidade de o banhista respeitar as normas da Salvamar para uso da praia. Primeiramente, ao chegar ao local, é recomendável procurar um posto com salva-vidas, para informações sobre o melhor lugar para o banho, locais mais perigosos e onde estão as correntes de retorno. “A maioria dos afogamentos pode ser evitada. É importante que os banhistas evitem as áreas sinalizadas com a bandeira vermelha”, destaca.

O coordenador também salienta outro cuidado importante, que é com o consumo de bebidas alcoólicas. Isso porque o álcool na corrente sanguínea pode gerar uma falsa sensação de capacidade física favorável a enfrentar as ondas e correntezas, o que pode ser perigoso. Sendo assim, o ideal é evitar a combinação álcool e banho de mar.

Outro alerta é com as crianças, que facilmente se distraem e afastam-se dos adultos. Neste final de semana, três pequenos se perderam dos responsáveis e foram localizados pela Salvamar. “É essencial não descuidar das crianças, pois o mínimo de distração pode ser fatal. Por isso, é importante manter o olhar fixo neles, sempre por perto, para evitar que se percam e, mais que isso, uma possível ida deles sozinhos ao mar”, destaca.

Aprovação – Militar da reserva, o mineiro José Sérgio Bandeira, de 62 anos, está visitando a cidade e aprovou a presença dos salva-vidas nas praias. “É muito melhor a praia com essa segurança a mais. Estava aqui olhando meu filho, mas quando vi os agentes, me senti mais seguro. Eles brincam no mar e eu fico mais tranquilo”.

A militar reformada da Aeronáutica Nancy Santana, de 63 anos, é moradora de Salvador e também achou positiva a chegada dos novos agentes e a presença deles nas praias. “Em locais de mar aberto, eu prefiro praias com salva-vidas. Certamente dá muito mais segurança porque, por mais experiente que a gente seja, com preparo físico, não dá para comparar a capacidade de um agente de salvamento, ainda mais em locais com muitas crianças, porque, mesmo que não seja filho da gente, a gente se preocupa”.

Estrutura

A Salvamar dispõe de 270 agentes, distribuídos em 35 postos, ao longo de 28 km de orla, no trecho entre as praias de Jardim de Alah e Ipitanga (próximo ao kartódromo). Outros quatro postos móveis atuam diariamente e servem também a eventos do município. Os profissionais têm a missão de proteger e orientar banhistas e demais frequentadores.

A estrutura de atuação é composta por moto aquática, pranchões, pés-de-pato, máscaras de mergulho, respiradores, capacetes e botes. Os salva-vidas também realizam medidas preventivas, educacionais, de orientação e de salvamento em ambientes aquáticos, evitando afogamentos e preservando a vida de quem estiver em perigo.

Contatos

Em caso de emergência, além do contato direto com os profissionais nas praias, o serviço pode ser acionado através do número (71) 3202-4970. Já nas demais praias fora do trecho Jardim de Alah-Ipitanga, o contato deverá ser feito com o Grupamento Marítimo (Gmar), do Corpo de Bombeiros, pelo número 193.

exclamção leia também