24º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Retomada - 08/04/2023, 08:45 - Priscila Dórea

Rango da Semana Santa volta a acontecer sem medo de restrições

Período chegou com ares de esperança e fechamento de ciclo que ainda vai assombrar por muito tempo

Cardápio contou pratos típicos
Cardápio contou pratos típicos |  Foto: Raphael Muller/ Ag. A Tarde

Boa comida, família, velhos amigos e muitos agradecimentos. A Semana Santa de 2023 chegou com ares de esperança e fechamento de um ciclo que ainda vai nos assombrar por muito tempo. A Páscoa de 2020 foi de terror com a chegada da pandemia e 1.464 casos novos de Covid-19 em pleno feriado, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Em 2021, a pandemia não parecia que chegaria ao fim e 32.214 casos novos foram confirmados no domingo de Páscoa. Em 2022, a Semana Santa foi de esperança contida e precavida, com apenas 2.541 casos.

Mas agora, em 2023, com mais de 180 milhões de brasileiros com a vacina no braço e nenhum novo caso computado, a pandemia realmente parece estar se tornando passado e é tempo de celebrar. E agradecer. “Sempre fomos um condomínio unido e na pandemia nos unimos ainda mais. Quando alguém ficava doente, nós nos mobilizamos para ajudar como podíamos. Fosse levando alguém ao médico ou fazendo o mercado. Sempre fomos muito festeiros também, então, mesmo na pandemia, principalmente quando alguma criança fazia aniversário, a gente cantava o parabéns online e deixávamos o bolo e os docinhos na porta do vizinhos”, conta a funcionária pública Michele Palma.

Reunindo mais de 30 pessoas, entre amigos (que também são vizinhos) e familiares, o grande almoço da Sexta-feira Santa de Michele aconteceu no salão de festas do Condomínio Arboris Praças Residenciais, em Buraquinho, onde mora.

“Nós sempre nos mobilizamos para organizar esses encontros nas datas comemorativas, inclusive já estamos começando a organizar o São João. Alguém dá uma ideia e bate aquela vontade de, por exemplo, fazer um churrasco no domingo, a gente lista o que vai precisar, divide valores e tarefas, e colocamos a mão na massa para fazer acontecer”, conta Michele.

Mas o almoço de sexta foi mais especial, não só pelo significado da data, mas como isso se traduz no fato de todos eles estarem ali depois dos últimos três anos. “A Páscoa é um momento para reflexão, para entendermos a necessidade de valorizar os pequenos e grandes acontecimentos. Estar entre família e amigos é um privilégio. Estamos vivos e precisamos comemorar! Queremos aproveitar também para celebrar a vida de quem teve covid num estado mais grave, e pôde retornar ao nosso convívio”, explica a funcionária pública.

E uma dessas pessoas que, segundo Michele, praticamente renasceram, é o administrador Fábio Rodrigues de Sousa, que chegou a ficar internado em razão da Covid-19. Fábio sempre trabalhou com logística de alimentos perecíveis e foi quem organizou o cardápio do almoço no Arboris. Ele conta que há cerca de 10 anos começou a se arriscar na cozinha, experimentando fazer variados tipos de receitas, e sempre ajudou nos eventos do condomínio.

“Dessa vez fiquei com a responsabilidade de dimensionar as quantidades, escolher os itens, comprar e ratear os custos entre os participantes”, conta o administrador. E o preparo também é divido entre os vizinhos. Na noite de quinta-feira, por exemplo, alguns moradores se juntaram para ajudar Fábio a cortar os quiabos para o caruru, junto de mais outros oito pratos: vatapá, feijão fradinho, moqueca de camarão com banana da terra, moqueca de peixe, xinxim de frango, frigideira de bacalhau, arroz branco e farofa de dendê.

E claro, a sobremesa não poderia faltar: musse de limão com biscoito Oreo. “Graças a Deus nossos vizinhos se tornaram irmãos que a vida nos deu, sendo uma alegria poder celebrar essa Páscoa em família, em casa, com segurança e com pessoas que amamos por perto. A Páscoa é um momento de celebração, de recomeço e de muita gratidão por tudo, por termos vencido essa pandemia, por estarmos vivos, com saúde, trabalhando e podendo participar em família deste momento especial e marcante em nossas vidas”, afirma Fábio, emocionado.

exclamção leia também