28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

'Afronegócio' - 05/12/2023, 06:20 - Maria Laura S. de Souza

Programa dá dicas para empreendedores negros no ramo alimentício

O programa Afronegócio é aberto ao público e pode ser acessado no mesmo site

O programa Afronegócio é aberto ao público e pode ser acessado no mesmo site
O programa Afronegócio é aberto ao público e pode ser acessado no mesmo site |  Foto: Divulgação/Shutterstock

O Instituto Assaí está lançando gratuitamente o programa “Afronegócio”, iniciativa que fortalece o empreendedorismo negro no ramo da alimentação. Para iniciar as atividades, a rede vai realizar um workshop online direcionado pela PretaHub, amanhã, das 19h às 20h15. As inscrições para o evento de abertura podem ser feitas até hoje no site https://www.academiaassai.com.br/eventos/workshop/estrategias-de-negocio. O programa Afronegócio é aberto ao público e pode ser acessado no mesmo site.

O workshop “Da criação ao consumo: como planejar estratégias para seu negócio”, será conduzido por Adriana Barbosa, CEO da PretaHub e idealizadora do Festival Feira Preta. De acordo com Fábio Lavezo, gerente de sustentabilidade e investimento social no Assaí Atacadista, o objetivo do Programa Afronegócio é impulsionar o afroempreendedorismo de todo o Brasil, com uma diversidade de conteúdos focados nos desafios de pessoas negras em sua jornada para alavancar o próprio negócio no setor de alimentação.

Adriana irá abordar formas de desenvolver um negócio de sucesso por meio de quatro pilares de atuação: criação, produção, distribuição e consumo. “O diferencial é que o workshop é pensado dentro de uma perspectiva negra, ou seja, a partir de experiências e exemplos de negócios negros”, informa Fábio. Após a conclusão do workshop, os participantes vão receber um certificado de conclusão.

Logo após o evento online, os conteúdos do programa vão estar disponíveis para acesso dos empreendedores. O gerente explica que o Afronegócio conta com uma programação recorrente no portal e está totalmente disponível para a população. “São podcasts, notícias, entrevistas com especialistas, parcerias, além de dicas para diferentes formatos de negócios”, completa. Os conteúdos são completamente online e gratuitos.

Fábio acredita que a abordagem digital possibilita que um público maior tenha acesso aos materiais. “Todos(as) podem consumir o conteúdo, estudar em casa, no ambiente de trabalho, onde eles(as) puderem adequarem o seu tempo para adquirir esse conhecimento”, reitera.

Segundo levantamento Empreendedorismo por Raça-cor do Sebrae, 52% dos brasileiros/as empreendedores brasileiros são pessoas que se autodeclaram pretas ou pardas. O estudo também aponta que em 2022, esses empreendedores ganharam menos e tinham menos índice de escolaridade. Segundo Fábio, a iniciativa da Academia Assaí visa promover, por meio do conhecimento e da educação, caminhos e debates para diminuir as desigualdades nos negócios.

O gerente assegura que o projeto Afroempreendedorismo é um espaço que impulsiona pequenos empreendedores negros com conteúdo focados em seus desafios. “Após o lançamento, o Afronegócio deve contemplar novas organizações e se consolidar como um hub de conhecimento para pessoas negras que querem ou já estão empreendendo no ramo da alimentação”, conclui.

exclamção leia também