31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Clima seco e quente - 14/11/2023, 13:47 - Mayara Fernandes*

Previsão alerta para onda de calor 'barril dobrado' em toda Bahia

Temperaturas deverão ficar acima da média em todo o estado

Se hidratar é algo importante diante de tanto calor
Se hidratar é algo importante diante de tanto calor |  Foto: Uendel Galter/ Ag. A Tarde

O calor chegou ao solo baiano com intensidade, antes mesmo do verão começar. Segundo especialistas, no decorrer desta semana as temperaturas deverão ficar acima da média em todo o estado. Na região oeste, pode chegar a 42°C em algumas localidades. O norte, nordeste e sudoeste também devem registrar temperaturas acima dos 37°C. Para a faixa litorânea, incluindo Salvador e RMS, são esperadas máximas de até 33°C.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), duas cidades registraram temperaturas máximas de mais de 40°C ontem. As máximas foram registradas em Santa Rita de Cássia e Formosa do Rio Preto, ambas no extremo-oeste. Em Santa Rita de Cássia, a temperatura chegou a 40,3°C e em Formosa do Rio Preto, 40,2°C. Já as cidades de Bom Jesus da Lapa e Ibotirama registraram máxima de 39,8°C. Barreiras registrou 39,3°C e Correntina 39ºC.

As ondas de calor estão associadas a bloqueios atmosféricos, condição que deixa o tempo quente e seco por um período relativamente longo, mantendo as chuvas e massas de ar frio em outras áreas, impedindo que estas avancem. O Inmet emitiu um boletim de alerta das cidades que serão atingidas por ondas de calor até esta hoje. São elas: Cocos, Coribe, Correntina, Feira da Mata, Iuiu, Jaborandi, Luís Eduardo Magalhães, Malhada e São Desidério. Em caso de emergência, a Defesa Civil pode ser acionada através do telefone 199.

Ondas de calor estão associadas a bloqueios atmosféricos, condição que pode deixar o clima quente e seco
Ondas de calor estão associadas a bloqueios atmosféricos, condição que pode deixar o clima quente e seco | Foto: Uendel Galter/ Ag. A Tarde

“O que chama a atenção é a intensidade e a recorrência deste tipo de evento, o que sugere influência de mudanças climáticas. Estudo publicado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia – MCTI, mostrou que o número de dias com ondas de calor mais que dobrou nos últimos 20 anos”, destacou o meteorologista do Inema, Aldirio Almeida.

É preciso se hidratar para garantir a reposição de líquidos e eletrólitos, evitar maus súbitos. “Priorizar o consumo de água, sucos e água de coco. Além disso, consumir refeições leves, à base de frutas, cereais integrais, verduras, proteínas magras”, ressaltou Sandra Tavares, coordenadora do serviço de nutrição do Hospital Municipal de Salvador.

* Sob a supervisão da editora Meire Oliveira

exclamção leia também