23º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Dia de apresentação - 10/04/2023, 10:57 - Da Redação

Orquestra NEOJIBA retorna a Catedral Basílica com maestro italiano

Apresentação ocorrerá na quarta-feira

apresentação será na quarta
apresentação será na quarta |  Foto: Divulgação?NEOJIBA

Dando seguimento aos concertos na Catedral Basílica de Salvador, a Orquestra NEOJIBA irá se apresentar sob a regência do maestro italiano Edoardo Rosadini, com solo do clarinetista baiano e integrante do NEOJIBA Zenóbio Sobral, na próxima quarta-feira (12), às 18h. O horário foi escolhido por ser um momento entre o fim da tarde e início da noite, em que há mais calma e silêncio na região histórica, propiciando uma melhor experiência estética para os ouvintes e para os músicos que participam do concerto.

Eduardo Rosadini é um renomado artista italiano, que já integrou e se apresentou com importantes orquestras mundo afora. Essa é a terceira vez que o maestro e violista visita o NEOJIBA, a primeira foi em 2020, quando regeu um concerto dias antes da pandemia da COVID-19. Já a segunda, foi no final de 2021, no primeiro concerto do Programa na Igreja Filadélfia, local parceiro que sedia a oficina de iniciação de cordas friccionadas e iniciação musical do Núcleo Central do NEOJIBA.

A apresentação reunirá obras de compositores de diferentes épocas, ambientações e estilos, de Joseph Haydn (1732 - 1809) a Luciano Berio (1925- 2003). A Natureza, tema condutor das apresentações da Orquestra NEOJIBA em 2023, se fará presente desde o caos inicial -"A Representação do Caos", do oratório “ A Criação”, de Joseph Haydn- até o cosmo interplanetário - trechos de "Os Planetas, op. 32", de Gustav Holst (1874 – 1934)- passando pela Sinfonia nº 2 de Brahms (que muitos críticos consideram como “ a Pastoral” de Brahms) e composições de Schubert e Berio.

Outro destaque da noite será a interpretação do primeiro movimento do “Concerto nº1 para clarineta e orquestra, op.26, em Dó menor”, de Louis Spohr (1784-1859), que terá solo do clarinetista Zenóbio Sobral, de apenas 17 anos. Zenóbio integra o NEOJIBA desde 2020, e mesmo com tão pouco tempo, concorreu em seleção interna, destacou-se, e irá se apresentar pela primeira vez como solista sinfônico, em concerto da principal orquestra do programa.

exclamção leia também