31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

CIDADES - 24/11/2022, 07:44 - Da Redação- Atualizado em 24/11/2022, 08:28

Mulheres são capacitadas para produção de petiscos para pets

Médica veterinária Dijara Santos irá ministrar o curso

Dijara Santos vai comandar o curso
Dijara Santos vai comandar o curso |  Foto: Reprodução

Texto de Maria Laura S. de Souza*

Oferecer oportunidade de geração de renda para mulheres em situação de vulnerabilidade. Essa é a proposta do Curso de Qualificação em Confeitaria Criativa de Pets que será realizado gratuitamente no próximo sábado (16), na Base Comunitária de Segurança (BCS) do Bairro da Paz. Fruto da parceria entre a BCS com a Nala Assessoria e a empresa VetCheff, o curso é voltado para mulheres com idade a partir de 16 anos, que receberão certificado após a conclusão.

As interessadas devem efetuar a inscrição na Base Comunitária ou entrar em contato através do WhatsApp (71) 99603-8754 ou no instagram @vetchefdijarasantos. As aulas serão ministradas das 08h às 12h, e das 14h às 18h, e todo material será

Dijara Santos vai comandar o curso
Dijara Santos vai comandar o curso | Foto: Reprodução

fornecido pela organização.

Por meio de nota, o subcomandante da BCS, Tenente PM Joel dos Reis, destaca que o curso dará oportunidade para as alunas conhecerem esse novo segmento que está em crescimento no Brasil. "O curso será ministrado por uma médica veterinária voluntária (Dijara Santos), que se tornou parceira da Base e tem como objetivo qualificar as mulheres para o mercado profissional”, ressaltou.

Durante as aulas, as participantes irão aprender normas básicas de segurança alimentar para pets, garantindo a qualidade e confiabilidade do produto, além de noções básicas de fisiologia digestiva de cães e gatos, panetone, bolo red velvet com cobertura de buttercream e biscoitos natalinos decorados. A VetCheff assegura que as receitas possuem baixo custo de produção e alta lucratividade.

De acordo com a mentora Dijara, o objetivo da qualificação é reduzir a desigualdade de gênero e raça no mercado de trabalho soteropolitano. “O objetivo é ajudar mulheres negras periféricas a ganhar uma renda extra neste final de ano, o cronograma é voltado para petiscos natalinos”, explica.

Ela ressalta que a ação pode potencializar a força da mulher negra. “Não apenas como empreendedora, mas auxiliar a desenvolver a base da pirâmide de negócios em um mercado crescente e promissor”, acrescenta, pontuando o diferencial dos produtos no mercado. “Fomos inovadoras. Os bolos que eram comercializados tinham o mesmo padrão, enquanto os nossos pareciam bolos para humanos”, finaliza.

*Sob supervisão da editora Kenna Martins

exclamção leia também