26º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

pra relembrar - 12/03/2024, 10:37 - Da Redação- Atualizado em 13/03/2024, 18:17

Missas e procissão marcam homenagens pare Santa Dulce dos Pobres

Eventos são em memória dos 32 anos da morte da santa

Santa Dulce receberá homenagem
Santa Dulce receberá homenagem |  Foto: Reprodução/Canção Nova

Devotos e admiradores da vida e obra de Santa Dulce dos Pobres irão participar, na próxima quarta-feira (13), das homenagens em memória dos 32 anos de seu falecimento, no Santuário em honra da primeira santa brasileira, no Largo de Roma, em Salvador. A programação terá início às 7h e se estenderá ao longo do dia com missas, novena e procissão. A missa das 8h30 será presidida por Dom Marco Eugênio, bispo auxiliar da Arquidiocese de São Salvador; e a celebração das 16h, por Dom Tommaso Cascianelli, bispo emérito de Irecê.

A agenda em memória dos 32 anos de falecimento do Anjo Bom do Brasil ocorre em um ano de datas significativas em sua trajetória: os 65 anos de fundação das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), seu maior legado, no dia 26 de maio; além dos cinco anos de Canonização da religiosa baiana, proclamada santa pela Igreja Católica no dia 13 de outubro de 2019.

O reitor do Santuário Santa Dulce dos Pobres, frei Ícaro Rocha, afirma que para os cristãos “a morte não é o fim, mas o desabrochar para uma vida plena e eterna em Deus” e ressalta que o dia 13 de março “é uma data muito significativa, pois nos faz recordar a entrada de Santa Dulce na eternidade”. O reitor explica que “o santo, quando morre, entrega sua alma a Deus e volta para onde veio: o coração de Deus. Neste dia, nós recordamos, com um coração repleto de gratidão, a vida de nossa padroeira e pedimos a Deus a graça de passarmos esta vida fazendo o bem, como fez Santa Dulce dos Pobres”.

Programação – Os 32 anos de morte da Mãe dos Pobres serão lembrados no Santuário Santa Dulce dos Pobres com a celebração de missas às 7h, 8h30, 12h e 16h. Após a missa das 16h, com a reza do Terço e da Novena Perpétua em honra a Santa Dulce, os devotos seguirão em procissão até a Basílica do Bonfim, retornando ao Santuário, no Largo de Roma.

Irmã Dulce faleceu no dia 13 de março de 1992, aos 77 anos de idade, mantendo-se firme em sua missão de amor e serviço aos menos favorecidos. No dia 13 de outubro de 2019, apenas 27 anos após seu falecimento, ela foi canonizada pela Igreja Católica, sendo proclamada como Santa Dulce dos Pobres, a primeira santa brasileira do nosso tempo.

Legado de amor – As Obras Sociais Irmã Dulce, instituição fundada por Santa Dulce em 1959, abrigam hoje um dos maiores complexos de saúde do Brasil com atendimento 100% gratuito, com cerca de 5,6 milhões de procedimentos ambulatoriais realizados por ano na Bahia. A OSID acolhe mais de 3 milhões de pessoas por ano no estado, incluindo idosos, pessoas com deficiência, pacientes oncológicos, pessoas em situação de rua, crianças e adolescentes em situação de risco social, usuários de substâncias psicoativas, entre outros públicos. Para continuar cuidando de quem mais precisa, a casa da Mãe dos Pobres conta com a ajuda de toda a sociedade. Doações em apoio ao legado de amor e serviço do Anjo Bom do Brasil podem ser feitas através do endereço doe.irmadulce.org.brou do telefone (71) 3316-8899.

exclamção leia também